Aspecto do Baixo Vouga Lagunar. Foto: D.R.

Feira ObservaRia vai mostrar a natureza do Baixo Vouga Lagunar

Para fazer

São quatro dias recheados de workshops, palestras, exposições e actividades ao ar livre, tudo dedicado à natureza e de inscrição gratuita. A terceira edição da ObservaRia realiza-se até ao próximo domingo na zona de Estarreja.

 

As actividades desta feira internacional de turismo de natureza, dedicada em especial à observação de aves, começaram esta quinta-feira no Esteiro de Salreu, no Baixo Vouga Lagunar, integrado na Zona de Protecção Especial da Ria de Aveiro.

“Embora seja uma zona muito urbanizada, com actividade humana ligada ao cultivo de arroz, podemos dizer que esta interacção da natureza com os humanos é positiva, pois os arrozais permitem que as aves se alimentem”, descreve Sara Marques, do projecto ambiental BioRia, ligado à Câmara Municipal de Estarreja.

O primeiro dia da feira foi aberto apenas às escolas, mas teve cerca de 500 visitantes, entre alunos e outros responsáveis ligados ao ensino.

Quanto ao público em geral, a ObservaRia abre portas na sexta-feira, 7 de Abril, e prolonga-se até domingo, dia 9. Dos muitos workshops e passeios disponíveis para inscrição, uma boa parte já estão esgotados, como é o caso da oficina orientada por Erik Hirschfeld, autor e ornitólogo sueco, ou dos passeios num moliceiro para observação das aves nos canais da Ria de Aveiro.

Todavia, quem não vai a tempo para as inscrições “tem ainda muito por onde escolher”, sublinha Sara Marques. Pode, por exemplo, assistir às palestras de sexta-feira e sábado à tarde: Erik Hirschfeld vai falar sobre as aves mais raras do mundo, enquanto Sheena Harvey, editora da BBC Wildlife Magazine, quer ensinar a despertar consciências para a conservação da natureza.

A responsável do BioRia destaca ainda a presença de Dale Forbes (Swarovski Optik), que vai falar sobre fotografia e ‘digiscoping’.

Já quem prefere actividades de campo ainda pode participar numa sessão de anilhagem de aves no Percurso do Salreu, ou na actividade “De olho nas aves”, ambas sem necessidade de inscrição e guiadas por especialistas.

 

Participante na última edição da ObservaRia, em 2015. Foto: D.R.

 

E que tal um voo cativo em balão de ar quente? As inscrições são feitas apenas no local, adianta Sara Marques.

Além do habitual espaço com stands de empresas e organizações ligadas à natureza, o espaço conta ainda com exposições de fotografia e ilustração. E até com uma mostra de objectos de plástico que viajaram por mar pelo mundo inteiro, Plasticus Maritimus, de Ana Pêgo.

Em 2015, na segunda edição, a ObservaRia teve cerca de 5.000 visitantes em dois dias. A feira é organizada pelo município de Estarreja e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

 

Saiba mais.

Leia o programa completo da ObservaRia.

No primeiro dia do ObservaRia, foram registadas entre 60 a 70 espécies de aves. Sara Marques destaca cinco das espécies que poderá observar, durante a feira:

– Garça-vermelha

– Águia-sapeira

– Rouxinol-dos-caniços

– Escrevedeira-dos-caniços

– Fuinha-dos-juncos