Fotos: José Frade

Há um novo observatório de aves em Grândola

Para fazer

Galeirões, íbis, frisadas, colhereiros, águias-pesqueiras e bicos-de-lacre são apenas algumas das espécies de aves que por estes dias pode ver no novo observatório da Lagoa de Melides (Grândola), inaugurado na sexta-feira passada.

 

O observatório de aves localiza-se na parte sul da lagoa, perto da praia, junto à antiga discoteca “O Túnel”. Perto do local há indicações para que o encontre facilmente.

A estrutura foi criada no âmbito do BioMelides, um projecto de voluntariado que, desde Setembro de 2014, está a inventariar as espécies da Lagoa, em parceria com a Junta de Freguesia de Melides. “Neste momento estão registadas mais de 170 espécies de aves, estando a maioria fotografadas, perto de 200 borboletas, entre outros insectos e anfíbios”, disse à Wilder José Frade, um dos responsáveis pelo BioMelides.

Agora será mais fácil encontrar e observar as espécies da lagoa.

Nesta altura do ano, José Frade sugere algumas espécies que pode observar. “Desde os omnipresentes galeirões, às íbis e garças-brancas-pequenas, passando pelos mergulhões-pequenos. Temos também frisadas, colhereiros, águias-pesqueiras, bicos-de-lacre, etc. E é um bom local para observar uma outra espécie exótica, os bico-de-chumbo-malhados.”

O observatório, feito com material de manutenção reduzida e o primeiro na zona, destina-se numa primeira fase à observação dos ecossistemas envolventes à lagoa e a sua avifauna mas, avança José Frade, “numa fase posterior irá abranger a vertente da fotografia”. Outra novidade é que está previsto mais um observatório, também no âmbito do BioMelides.

 

 

Quanto ao projecto de inventariação das espécies que ocorrem na lagoa, a meta agora é desenvolver projectos e parcerias para dar a conhecer a Lagoa de Melides. Segundo José Frade, está em vista a realização de workshops de observação e fotografia de aves, de borboletas e libélulas e saídas de campo com escolas em torno da nova Rota da BioMelides.

Além disso também está previsto “o lançamento de um pequeno guia de aves para servir de apoio ao observatório e, numa fase posterior, um livro com a maioria das aves, borboletas e mais alguns seres representativos da biodiversidade da zona.”

O novo observatório de aves foi inaugurado durante a Ar Puro – Feira de Caça, Pescas e Actividades ao Ar Livre que decorreu em Grândola de 6 a 8 de Outubro.

 

Agora é a sua vez.

Participe no projecto BioMelides. Se viu uma ave, um mamífero ou até um insecto que lhe despertou a atenção, publique na página do Facebook da BioMelides com uma fotografia, ou apenas uma descrição do animal e do sítio onde foi observado.

Aqui poderá ver a lista de espécies de aves da Lagoa de Melides.