Seis livros sobre o mundo natural para Setembro

A não perder

Com a chegada de um novo mês trazemos-lhe as novidades do mundo dos livros sobre História Natural, abelhas, leões, aves, borboletas e estratégias de conservação para escapar às extinções.

 

 

RESURRECTION SCIENCE: CONSERVATION, DE-EXTINCTION AND THE PRECARIOUS FUTURE OF WILD THINGS

Por M. R. O’Connor

St. Martin’s Press

Data de publicação: 15 de Setembro

Preço: 25,99 dólares

 

Num mundo dominado pelo ser humano e pelas alterações climáticas, as espécies – grandes e pequenas – estão cada vez mais vulneráveis à extinção.

Neste livro, o jornalista M. R. O’Connor explora as medidas extremas que os cientistas estão a adoptar para as salvar, desde a criação em cativeiro à gestão genética. Cada capítulo é dedicado a uma espécie carismática, desde o rinoceronte ao pombo passageiro, já extinto.

Paradoxalmente, quanto mais intervimos para salvar as espécies, menos selvagens elas se tornam. Em histórias desde as escavações para encontrar galeões do século XVI, aos pântanos da Florida à procura de panteras e aos bancos de ADN, O’Connor investiga as questões filosóficas de uma era em que tentamos ser Deus na nossa relação com a biodiversidade da Terra. O que devemos preservar? Como poderemos co-existir em situações de conflito?

 

 

THE BUTTERFLIES OF NORTH AMERICA: TITIAN PEALE’S LOST MANUSCRIPT

Por Titian Ramsay Peale

Abrams

Data de publicação: 1 de Setembro

Preço: 40 dólares

 

O artista e naturalista norte-americano Titian Ramsay Peale II (1799–1885) era um apaixonado por borboletas e, ao longo da sua vida, escreveu e ilustrou um ambicioso manuscrito. O livro nunca foi publicado e está hoje guardado na Colecção de Livros raros do Museu Americano de História Natural em Nova Iorque.

Agora, as mais de 200 ilustrações coloridas de Peale, feitas há mais de 100 anos, são publicadas pela primeira vez. A obra apresenta trabalhos a aguarela, guache, tinta da china e lápis, que descrevem o ciclo de vida de borboletas nocturnas e diurnas, complementados com notas e esboços dos cadernos de campo de Peale.

O livro inclui um prefácio de Ellen V. Futter e uma introdução por Kenneth Haltman e David A. Grimaldi que descrevem a arte e a ciência do autor.

 

 

THE INVENTION OF NATURE: ALEXANDER VON HUMBOLDT’S NEW WORLD

Por Andrea Wulf

Knopf Doubleday Publishing Group

Data de publicação: 15 de Setembro

Preço: 16,50 dólares

 

Andrea Wulf revela a vida menos conhecida de Alexander von Humboldt, o naturalista visionário alemão cujas ideias alteraram a forma como vemos o mundo natural e criaram o ambientalismo moderno.

Humboldt (1769-1859) era um intrépido explorador que viajou pelo mundo e o mais famoso cientista do seu tempo. Agora, Andrea Wulf mostra de que forma Humboldt criou o nosso entendimento sobre o mundo natural e apresenta-nos o homem por detrás dos feitos: as suas expedições e investigações em ambientes selvagens, as suas descobertas de semelhanças entre o clima e vegetação em diferentes continentes ou ainda a sua relação com figuras icónicas como Simón Bolívar e Thomas Jefferson.

A autora analisa também como os escritos de Humboldt inspiraram outros naturalistas e poetas, como Darwin, Wordsworth e Goethe e defende que foi ele quem influenciou John Muir para a preservação da natureza e quem inspirou Thoreau a escrever o “Lago Walden”.

 

 

LES RUCHES DE BIODIVERSITÉ

Por Bernard Bertrand

Terran Editions

Data de publicação: 1 de Setembro

Preço: 16,50 euros

 

Bernard Bertrand, um dos maiores escritores naturalistas franceses, traz-nos em Setembro um livro sobre colmeias para a biodiversidade e mostra como construir uma é fácil, barato e está ao alcance de qualquer um. Cada vez são mais as pessoas que querem ter uma abelhas no seu jardim. Neste livro, Bernard Bertrand, naturalista e agricultor de 60 anos que vive nos Pirinéus, apresenta várias propostas de modelos simples para que cada um escolha aquele que mais lhe convier.

Na sua reflexão, o autor convida o leitor a reconsiderar as causas profundas da crise das abelhas e a alterar a sua relação com este insecto polinizador, a fim de ser mais respeitador e para o ajudar a enfrentar as várias ameaças que enfrenta actualmente.

Este mês fica ainda marcado por mais uma reedição de um outro livro de Bernard Bertrand, publicado pela primeira vez em 2006, “Bestiaire Sauvage: histoires et legendes des animaux de nos campagnes” (Plume de Carotte) e que tem tido bastante sucesso.

 

 

LIONS IN THE BALANCE: MAN EATERS, MANES AND MEN WITH GUNS

Por Craig Packer

University of Chicago Press

Data de publicação: 15 de Setembro

Preço: 23,45 dólares

 

Os monstros assumem muitas formas. Desde os leões que atacam pessoas às pessoas que caçam leões. E o biólogo Craig Packer enfrentou-os a todos. Com “Lions in the Balance”, Packer leva o leitor até ao complexo mundo do leão africano, mostrando como vive um dos mais icónicos animais do planeta e os riscos que enfrentam aqueles que os protegem.

Depois de “Into Africa”, o professor de Ecologia na Universidade do Minnesota escreve um novo livro em estilo de diário sobre a investigação mais recente mas também sobre o mundo da corrupção que envolvem a espécie.

A narrativa de Packer – um misto de ciência, aventura e política – oferece um olhar sobre o futuro do leão africano, um futuro no qual as políticas de conservação vão exigir estratégias mais criativas e eficazes do que as praticadas hoje em dia.

 

 

IRELAND’S BIRDS: MYTHS, LEGENDS & FOLKLORE

Por Niall Mac Coitir

The Collins Press

Data de publicação: 28 de Setembro

Preço: 19,99 euros

 

As aves têm sido símbolos importantes na arte e cultura ao longo dos séculos. Estão bastante presentes nos mitos e lendas irlandesas, inspiraram poetas e pintores e figuram em muitos nomes de lugares.

Neste livro de Niall Mac Coitir estão reunidas as histórias e costumes sobre as aves, tanto selvagens como domésticas. As aves estão organizadas segundo as estações, uma estrutura centrada nos seus hábitos migratórios e sazonais (o cuco e o Verão) ou as suas associações culturais (o pisco-de-peito-ruivo e o Natal), por exemplo.

O livro desafia-nos a olhar para as aves de uma maneira diferente, como criaturas dinâmicas que influenciaram a sociedade através dos milénios. Escrito com imaginação e entusiasmo, este livro é uma mistura de História Natural, mitologia e folclore.