Felosa-musical. Foto: Zeynel Cebeci/Wiki Commons

Esta ave voou cerca de 2.400 quilómetros em 10 dias

Natureza

Uma pequena felosa-musical (Phylloscopus trochilus), com apenas nove gramas, voou cerca de 2.400 quilómetros em 10 dias, na sua migração entre Espanha e Suécia, revelou hoje a Sociedade Espanhola de Ornitologia (SEO/Birdlife).

 

A felosa-musical foi anilhada em Maio deste ano na ilha Grosa de Murcia, no Mar Mediterrâneo. Dez dias depois foi recuperada em Nidingen, na Suécia, a quase 2.400 quilómetros de distância. Em Múrcia pesava 8,9 gramas; chegou à Suécia com 8,5 gramas.

A viagem desta pequena ave não passou desapercebida graças ao projecto europeu Piccole Issole, no âmbito do qual são realizadas anilhagens coordenadas em pequenas ilhas do Mar Mediterrâneo, consideradas fundamentais para a migração das aves. Esta felosa foi anilhada pela Asociación Naturalista del Sureste (Anse), como parte desse projecto.

 

Felosa-musical. Foto: Zeynel Cebeci/Wiki Commons

 

Neste momento, os céus enchem-se de aves e muitas delas já estão a fazer a sua migração outonal em direcção a África. Em breve, muitas outras estarão a caminho de Portugal e da Península Ibérica vindas do Norte da Europa, uma vez que o Inverno aqui é bem mais ameno e há mais disponibilidade de alimento.

A SEO/Birdlife explica que a migração das aves acontece duas vezes por ano: “na Primavera, para chegarem às suas zonas de reprodução, e no Outono para regressarem às suas zonas de invernada”. Mas é no Outono que mais aves cruzam os céus, tanto de noite como de dia, uma vez que aos adultos da Primavera juntam-se agora todos os juvenis que nasceram este ano.

Segundo o livro Aves de Portugal, a felosa-musical é uma das aves migradoras de passagem mais comuns em Portugal.

“Graças a campanhas de anilhagem coordenadas como estas e ao esforço de milhares de voluntários por todo o mundo podemos conhecer histórias tão espectaculares como esta”, comentou Arantza Leal, bióloga da SEO/BirdLife. “Além disso, ajudam-nos a compreender os processos da migração, das zonas de importância para as aves, não apenas de reprodução mas também de migração, e das espectaculares velocidades de voo.”

Piccole Issole começou há alguns anos em Itália e depressa se juntaram todos os países com costa no Mar Mediterrâneo.

A SEO/Birdlife espera que esta felosa-musical tenha tido sucesso na sua temporada de reprodução na Suécia e que já esteja a voar de volta a África.

 

Saiba mais aqui sobre a felosa-musical e qual a melhor altura para a observar em Portugal.