Foto: Joana Bourgard / Wilder

Homem detido nas Caldas da Rainha por captura ilegal de aves

Natureza

Um homem de 56 anos foi detido no último domingo, nas Caldas da Rainha, apanhado a capturar aves de espécies protegidas.

 

A notícia foi avançada pela Guarda Nacional Republicana (GNR), que adianta que a detenção foi realizada por militares do Núcleo de Protecção Ambiental de Caldas da Rainha, na localidade de São Gregório, e que o homem está acusado de danos contra a natureza.

No âmbito desta acção de fiscalização, em que o homem foi apanhado a utilizar redes de palma para capturar as aves, os agentes da GNR encontraram ainda cinco aves de espécies protegidas, que foram devolvidas à natureza.

Foram ainda apreendidos vários materiais utilizados na captura ilegal de aves, incluindo cinco redes invisíveis de emalhar, uma transportadora, dois aparelhos de chamariz, quatro gaiolas artesanais de palma e duas varas com arbustos sintéticos com aplicações para canas de visgo.

O detido foi constituído arguido e ficou com termo de identidade e residência, indicou também a GNR.

De acordo com a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), todos os anos há cerca de 130.000 aves selvagens que são capturadas ou abatidas ilegalmente.

 

Agora é a sua vez.

A SPEA tem neste momento em curso a campanha “Os passarinhos pertencem à Natureza”, contra a captura e combate ilegal de aves. Pode consultar aqui informações sobre este projecto, que apela à participação de todos os cidadãos na denúncia destes casos.