Pardal-comum (Passer domesticus). Foto: Arnold Paul / Wiki Commons

Mais de 208.000 cidadãos contaram aves no Big Garden Birdwatch

Naturalistas

Pelo menos 208.432 pessoas participaram este último fim-de-semana no Big Garden Birdwatch, uma contagem de aves que junta centenas de milhares de pessoas no Reino Unido, realizada desde 1979 e aberta a todos os interessados.

 

As regras são muito claras: é preciso dedicar pelo menos uma hora a registar as aves e as diferentes espécies observadas no jardim de casa ou num espaço verde local. Depois, inserem-se estes dados no site do evento.

Esta segunda-feira, a Royal Society for the Protection of Birds (RSPB) já tinha recebido informações relativas a 135.177 contagens, realizadas por 208.432 voluntários, que apontavam para mais de 4,2 milhões de aves observadas. Os números finais, todavia, só deverão ser conhecidos dentro de algum tempo.

A organização do Big Garden Birdwatch tinha avisado, há poucos dias, que desta vez eram esperados números mais baixos e menos espécies exóticas do que no último ano, devido ao tempo mais ameno e bem mais chuvoso do que é habitual no Inverno do Reino Unido.

“O tempo mais ameno significa que há mais comida disponível nos campos, pelo que as aves estão menos dependentes dos alimentadores que se colocam nos jardins”, avisou Bem Andrew, conselheiro da RSPB para a vida selvagem, citado pelo The Guardian.

A contagem realizada em 2015, em que participaram mais de 585.000 pessoas, realizou-se durante uma vaga de frio que atraiu mais aves para os jardins. No entanto, os resultados preocuparam os cientistas. As descidas de 58% no número de pardais registados e de 80% nos estorninhos, desde a primeira edição há 37 anos, apontam para um declínio continuado de algumas espécies.

 

Quarta edição em França

 

Também os franceses voltaram no último fim-de-semana de Janeiro a participar numa contagem de aves dos jardins, organizada pela Ligue por la Protection des Oiseaux (LPO) e pelo Museu de História Natural francês.

Na terceira edição, em 2015, mais de 140.000 aves tinham observadas em mais de 4.100 jardins, o que representou uma subida de oito por cento face ao ano anterior.

“Graças a esta acção exemplar de ciência cidadã, a LPO vai poder interessar-se pela influência de um Outono e início de Inverno particularmente amenos sobre as populações de aves dos jardins”, indicou este ano a organização.

Nos Estados Unidos, a contagem de aves pelos cidadãos tem data marcada para os dias 12 a 15 de Fevereiro. É a 19ª edição do Annual Great Backyard Bird Count, iniciativa da Audubon Society e do Cornell Lab of Ornithology.

 

Agora é a sua vez.

Conheça aqui alguns dos censos que se realizam no Inverno em Portugal. Ainda tem possibilidade de participar em alguns.