Fotos: CERVAS

Mais de 40 animais selvagens serão devolvidos à natureza este mês

Conservação

São 45 os animais selvagens que estão prontos para regressar à liberdade, depois de terem sido atropelados, mantidos em cativeiro ou de terem caído do ninho. Durante o mês de Julho, o CERVAS vai devolver os animais em Coimbra, Guarda, Viseu e Aveiro.

 

As libertações começam hoje, 1 de Julho, com seis cegonhas-brancas que serão devolvidas à natureza na Mata Nacional do Choupal e uma coruja-do-mato na Escola Superior Agrária de Coimbra, segundo um comunicado do Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS), de Gouveia, enviado à Wilder.

 

 

No dia 7 de Julho uma coruja-do-mato será libertada no Vale do Rossim (Gouveia) e a 9 de Julho será a vez de um milhafre-preto, no Luso, Mealhada. Entre os outros locais previstos para as libertações estão o Parque Natural da Serra da Estrela (15 de Julho, o dia do aniversário desta área protegida) e Fornos de Algodres (26 de Julho, o Dia dos Avós).

A maior parte dos animais são aves, especialmente rapinas nocturnas como corujas-do-mato, mochos-galegos ou corujas-das-torres. Mas também há rapinas diurnas como os milhafres-pretos ou os tartaranhões-caçadores e outros grupos como as cegonhas-brancas e os andorinhões. Segundo o CERVAS, “uma das principais causas de ingresso destes animais foi a queda precoce dos ninhos mas também há situações de atropelamento, cativeiro ilegal e colisões”.

 

 

O CERVAS é uma estrutura gerida pela Associação ALDEIA desde 2009 que se dedica à recuperação de animais selvagens e à educação ambiental e está localizado em Gouveia, no Parque Natural da Serra da Estrela.

Desde o início de 2016 ingressaram neste centro um total de 302 animais, a maioria pela mão do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR. “As principais causas de ingresso são as quedas do ninho e o cativeiro ilegal”.

 

Agora é a sua vez.

Se quiser ajudar os animais que estão em recuperação no CERVAS participe na campanha de apadrinhamento de crias que está a decorrer. Saiba mais aqui.