Foto: Ocean Alive

Voluntários retiram do Sado mais de cinco toneladas de lixo

Naturalistas

Mais de 300 pessoas foram até ao Estuário do Sado na passada sexta-feira e recolheram 5.225 quilos de lixo e 3.710 embalagens de sal vazias, usadas na apanha de marisco, revelou a organização da iniciativa, Ocean Alive.

 

A acção aconteceu em quatro quilómetros de praia na cintura industrial do Sado e foi a oitava limpeza da campanha “Mariscar SEM Lixo”, a decorrer no Estuário do Sado desde Março.

Segundo os números da organização, os voluntários recolheram 700 quilos de vidros – que foram separados para serem reciclados -, 2.150 quilos de plásticos – que serão reutilizados em mobiliário urbano – e 2.375 quilos de lixo indiferenciado.

Estas mais de cinco toneladas de lixo resultam das actividades portuárias, recreativas e de veraneio, da pesca e mariscagem e da laboração industrial na zona, especialmente o tráfego de camionistas e viaturas.

Com o tempo, e depois de um Verão com pouco vento, este lixo foi-se acumulando nas margens do estuário. “Se não tivéssemos agido, grande parte deste lixo seria empurrado para o mar pelo vento e pela chuva” na próxima tempestade de Inverno, explicou a Ocean Alive em comunicado enviado à Wilder.

A partir de agora, a Câmara Municipal de Setúbal passa a ter contentores de lixo em algumas das praias limpas pelos voluntários.

Esta foi a oitava acção de uma campanha que, além da limpeza do estuário do Sado, quer acabar com o hábito dos mariscadores do lingueirão e do casulo em deixar as embalagens de sal vazias na maré. Desde Março, mais de 600 voluntários recolheram 10.030 quilos de lixo, 15.772 embalagens de sal e ajudaram a sensibilizar 437 mariscadores.

As embalagens recolhidas estão a ser limpas e preparadas para criarem uma instalação de sensibilização, que conta com a parceria da artista Susana António.

 

 

“O resultado a atingir é a criação de uma pradaria marinha feita por embalagens de sal, pois este é o habitat berço da vida marinha do estuário do Sado, que sustenta o alimento da população de golfinhos e a pesca no estuário”, explica a associação.

A limpeza desta sexta-feira fez parte da 11ª edição do GIRO, evento de voluntariado empresarial da associação GRACE que este ano tem como tema “O mar é GIRO”.

 

Saiba mais.

Descubra mais sobre a campanha a decorrer no Estuário do Sado.