Choque dos cometas terá tido papel importante no surgimento da vida

19 de Agosto de 2015

Uma equipa de cientistas concluiu que o impacto de cometas pode ter sido um dos principais factores para o aparecimento da vida na Terra, ao contribuir para o processo de síntese de um grupo de moléculas conhecidas como péptidos, anunciou a Associação Europeia de Geoquímica.

As conclusões do trabalho foram apresentadas em Praga, numa conferência de geoquímica, por Haruna Sugahara e Koichi Mimura, dois cientistas japoneses.

Os dois investigadores procuraram recriar, em laboratório, as condições do impacto dos cometas quando a vida apareceu pela primeira vez na Terra, há quatro mil milhões de anos.

Nessas experiências, concluíram que os impactos terão feito com que alguns dos aminoácido presentes na superfície terrestre se juntassem em pequenas cadeias de péptidos. Estas moléculas são consideradas os primeiros blocos construtores de vida.

“O impacto dos cometas está normalmente associado com a extinção em massa de vida na Terra, mas este trabalho mostra que os cometas, em primeiro lugar, ajudaram ao rápido início de todo o processo de vida”, afirmou Haruna Sugahara, da Japan Agency for Marine-Earth Science and Technology, em Yokohama.

Esta nova descoberta levanta também a hipótese de que o mesmo processo químico tenha ocorrido noutros corpos extraterrestres atingidos por cometas, como é o caso de Europa e Enceladus, satélites gelados de Júpiter e Saturno, sublinhou Haruna.