Veneno matou grupo de patos-reais em Queluz

16 de Setembro de 2015

Um grupo de algumas dezenas de patos-reais (Anas platyrhynchos) foi encontrado morto por envenenamento na Ribeira de Belas, num troço próximo do Palácio de Queluz, concelho de Sintra, na última segunda-feira.

A notícia foi dada pela Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza (APGVN), segundo a qual se desconhece o autor e a razão do envenenamento, que se suspeita que tenha ocorrido através de algum alimento dado aos animais.

Os vigilantes do Parque Natural de Sintra Cascais (PNSC) foram chamados ao local, onde conseguiram recolher um casal com vida, que foi examinado pela equipa de veterinários da Câmara Municipal de Sintra e devolvido à natureza num local diferente. Neste caso, na Ribeira de Colares, que fica já dentro do perímetro do PNSC.

“Provavelmente este casal de patos não estava no mesmo local dos restantes, quando se deu o fornecimento do alimento envenenado”, disse à Wilder o presidente da APGVN, Francisco Correia.

De acordo com o mesmo responsável, que não tem conhecimento de outros casos semelhantes anteriores ocorridos com aves, o caso está a ser analisado pela equipa de veterinários da câmara municipal.