Margarita arregaçou as mangas e deixou a praia de Carcavelos mais limpa

Naturalistas locais

Um pouco por todo o mundo há pessoas a limpar as praias e oceanos de lixo. Nesta segunda-feira, e sem ter planeado nada, Margarita Cardoso de Meneses, não resistiu a recolher sacos de plástico, tampas de garrafas e pauzinhos de cotonetes na praia de Carcavelos.

 

Margarita, 41 anos, é jornalista e tem um café e mercearia em Londres. Quando está em Portugal e vai à praia não consegue ver lixo e deixá-lo lá. “É mais forte do que eu”, conta à Wilder.

Nesta segunda-feira foi até ao final da praia de Carcavelos, do lado da Parede. “Estava um dia tão bonito que fui a pé pelo areal. Quando cheguei àquela zona vi tudo sujo. Não foi nada planeado.” E começou a limpeza.

 

 

Em apenas uma hora recolheu tampas de garrafas, pauzinhos de cotonetes, sacos de plástico e pedacinhos de plástico “muito afiados”. “Dada a quantidade de tampas e ao que recolhi sozinha em tão pouco tempo, decidi levar para casa para mostrar aos miúdos.”

 

 

“Carcavelos é uma praia que é limpa com frequência e mesmo assim, estava naquele estado”, lamentou.

Margarita gostaria de “chamar a atenção para a importância de reduzirmos o consumo de água engarrafada, de não deitar os cotonetes par a sanita (ou de preferir os de papel) e reciclarmos os plásticos.” Uma sugestão de melhoria seria existirem mais ecopontos e uma maior aposta na recolha selectiva de resíduos.