Que espécie é esta: grilo-de-sela-de Coruche

A leitora Natália Rodrigues encontrou este insecto em Madeiras, Praia do Ribatejo, a 7 de Julho e pediu ajuda para saber a espécie. Sílvia Pina responde.

“Instalei-me na minha propriedade há 13 anos. Na altura, devido à quantidade de químicos presente no solo, muita pouca coisa crescia. Praticante de agricultura sintrópica, aos poucos tenho transformado a propriedade numa pequena selva”, contou a leitora à Wilder.  

Trata-se de um grilo-de-sela-de-Coruche (Neocallicrania lusitanica).

Espécie identificada e texto por: Sílvia Pina, Rede de Estações da BiodiversidadeTagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal.

Este ortóptero é um grilo-de-sela-de-Coruche pertencente à espécie Neocallicrania lusitanica. Do género Neocallicrania é a espécie que ocorre no Ribatejo e Alto Alentejo. Os exemplares utilizados para descrever esta espécie foram coletados em Coruche, e por isso o nome comum.

O exemplar fotografado pela leitora é um adulto fêmea, percetível pelo longo ovipositor no fim do abdómen que serve para colocar ovos no solo.

As espécies deste género apresentam asas curtas, bastante escondidas pelo pronoto (a estrutura logo a seguir à cabeça). 


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.


A revista Wilder criou o seu primeiro artigo de merchandising, a pensar na comunidade naturalista. Saia de casa com o novo saco Wilder e mostre a todos como gostar do mundo natural é um modo de vida. Visite a nossa loja em loja.wilder.pt