Lince-ibérico, cria. Foto: Programa Ex-situ (arquivo)

Agentes ambientais ajudam cria de lince-ibérico “em apuros”

Técnicos da Junta de Castela-La Mancha resgataram uma cria de lince-ibérico que terá sido aparentemente abandonada pela sua mãe na natureza.

 

A cria foi encontrada no domingo passado por um cidadão que avisou as autoridades de conservação da natureza. Agentes ambientais deslocaram-se ao local e comprovaram que a cria estava bem de saúde, ainda que as condições meteorológicas naquele dia fossem bastante adversas.

 

https://twitter.com/DSostenibleCLM/status/1252883309459357696

 

Depois de consultar telefonicamente técnicos e veterinários, os agentes localizaram o abrigo onde provavelmente esta cria teria nascido para que a mãe, que é primeiriça, pudesse continuar a cuidar dela com normalidade, segundo a agência de notícias espanhola EFE.

Uma vez a cria devolvida ao abrigo, os agentes e técnicos da Junta de Castela-La Mancha iniciaram um seguimento especial que permitiu comprovar, posteriormente, que a mãe estava a cuidar bem da sua cria.

Este seguimento vai continuar durante todo o período em que a cria precisar de cuidados maternais.

A Junta salientou a importância da colaboração dos cidadãos para conseguir recuperar as populações de lince-ibérico.

Em 2019 terão nascido na natureza em Castela-La Mancha 104 crias de lince-ibérico. A reintrodução da espécie nesta região de Espanha começou em 2014, mais especificamente nos Montes de Toledo e na Serra Morena Oriental.