Foto: Lalo Ventoso/Wiki Commons

Águias-de-bonelli voltam a nascer em Madrid após 30 anos de ausência

Conservação

Um casal de águias-de-bonelli, aves reintroduzidas na natureza, teve as primeiras duas crias na região de Madrid dos últimos 30 anos, anunciaram conservacionistas espanhóis.

 

As duas crias nasceram no mês de Abril na Sierra Oeste de Madrid, no ninho de um casal reprodutor desta espécie que, em Portugal, está classificada como Em Perigo de extinção. Os progenitores, Haza (fêmea) e Bélmez (macho) são aves reintroduzidas na natureza, oriundas de ninhos naturais na província de Jaén, na Andaluzia.

A águia-de-bonelli, ou águia-perdigueira, (Aquila fasciata) deixou de se reproduzir naquela região nos anos 1990.

Foi no âmbito do projecto Aquila a-LIFE (2017 a 2022), coordenado pela ONG conservacionista GREFA, que este nascimento aconteceu. O objectivo do projecto é recuperar as populações desta espécie, libertando animais em diversas zonas espanholas e na Sardenha, ilha italiana.

Nos últimos 10 anos foram libertadas na natureza mais de 50 águias-de-bonelli na Comunidade de Madrid. Haza e Bélmez foram duas delas. Depois da sua reintrodução formaram um casal e estabeleceram território em 2016, na mesma zona onde foram libertadas.

Em 2017, este casal ocupou um ninho artificial construído pela ONG para facilitar a reprodução das espécie. Mas não chegou a haver postura de ovos. Agora, o casal conseguiu duas crias.

“O nascimento destas crias é de uma grande relevância, uma vez que a águia-de-bonelli é tão rara na região”, comentou, em comunicado, Ernesto Álvarez, presidente de GREFA. “À excepção das aves reintroduzidas, hoje só resta um casal totalmente selvagem com território na Comunidade de Madrid.”

Esta Primavera, o projecto prevê libertar oito novas crias de águia-de-bonelli na Comunidade de Madrid.

Em Portugal, a espécie tem sido alvo de um projecto de conservação, o LIFE Rupis (2015-2019), um projecto com apoios comunitários, coordenado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (Spea) e realizado no Douro Internacional, na região do Nordeste Transmontano.

Não se sabe ao certo quantas águias-perdigueiras existem em Portugal. A última estimativa nacional é de 2011 e aponta para um total de 116 a 123 casais. Mas, segundo Rita Ferreira, do Grupo de Trabalho em Águia-de-Bonelli, “alguns censos regionais efectuados posteriormente sugerem que a população actual será maior”.

 

Agora é a sua vez.

Saiba aqui como salvar a águia-de-bonelli ou águia-perdigueira.