Michael Gäbler/WikiCommons

Bisontes selvagens regressam ao Reino Unido 6.000 anos depois

Natureza

Um projecto de rewilding nas florestas da região de Kent, no Sudeste de Inglaterra, vai reintroduzir bisontes na Primavera de 2022, foi recentemente anunciado.

 

Os bisontes (Bison bonasus) serão libertados perto de Canterbury, Kent, na reserva natural de West Blean, gerida pelo Kent Wildlife Trust. Esta é uma das maiores áreas de floresta antiga daquele país.

De início, os animais ficarão dentro de uma área cercada.

Os bisontes-europeus – o maior mamífero terrestre da Europa, podendo os machos adultos pesar uma tonelada – são os animais mais próximos dos bisontes que terão vivido no Reino Unido há 6.000 anos, quando se extinguiram por causa da perseguição humana.

Esta reintrodução, a cargo das organizações Kent Wildlife Trust e Wildwood Trust, faz parte de um projecto maior de rewilding, o “Wilder Blean”, que quer restaurar o ecossistema natural nas florestas antigas de Kent e ajudar a capturar e armazenar carbono da atmosfera. O financiamento vem do People’s Postcode Lottery.

Uma das formas para recuperar a floresta é trazer de volta os bisontes, uma espécie chave que estava a faltar no ecossistema e que tem a capacidade de gerir as florestas de forma natural.

“Os bisontes estão a ser usados neste projecto porque são engenheiros dos ecossistemas, isto é, são capazes de alterar o seu ambiente através dos seus comportamentos naturais”, explica o Kent Wildlife Trust em comunicado.

Segundo esta organização, os bisontes conseguem alterar as florestas de formas que outros animais não conseguem. Eles derrubam árvores e alimentam-se das suas cascas, o que cria espaço para várias outras espécies. Além disso, os bisontes levantam nuvens de terra que beneficiam muitas plantas e animais. “Estas são funções que estiveram ausentes das florestas no Reino Unido durante milhares de anos e trazê-los de volta pode ajudar a restaurar a abundância de vida selvagem.”

As espécies no Reino Unido têm estado em rápido declínio nas últimas centenas de anos, segundo o último Relatório sobre o Estado da Natureza. “Precisamos de soluções naturais” para criar os habitats de que as espécies precisam.

Os bisontes são parte da solução para “reverter o assustador ritmo de perda de espécies no Reino Unido”, comentou Paul Hadaway, director de conservação do Kent Wildlife Trust.

O regresso destes animais “vai inspirar as pessoas e mostrar aos decisores políticos que a natureza tem a resposta para a crise que enfrentamos”, disse, por seu lado, Paul Whitfield, director-geral do Wildwood Trust.