Foto: Photoholgic/Unsplash

Coalas podem ser considerados Em Perigo de extinção

Atingidos pelos incêndios e pela destruição de habitat, os coalas são uma das 28 espécies cujo estatuto vai ser revisto pelas autoridades australianas até Outubro do próximo ano.

Este marsupial de pêlo cinzento nativo da Austrália, com o nome científico Phascolarctos cinereus, depende das árvores para sobreviver, em especial dos eucaliptos.

Apesar de serem uma espécie icónica do país, os coalas têm sido muito atingidos pelos incêndios florestais na costa leste australiana e também pela destruição de habitat e falta de água, que degrada a qualidade das folhas de eucalipto de que se alimentam.

Foto: David Clode/Unsplash

No início deste mês de Setembro, um relatório da WWF for Nature Australia apontou para um declínio de 71% nas populações de coalas em seis zonas atingidas por grandes incêndios, no estado de New South Wales.

Mas é difícil ter certezas sobre a situação global destes animais tímidos e fugidios, espalhados por uma vasta área do Leste da Austrália. Segundo a National Geographic, no final de 2019 estimava-se que a área florestal em que habitam teria mais de 100 milhões de hectares. E por isso, apesar de nalgumas zonas a espécie estar a declinar, acreditava-se que noutras áreas se passava o contrário.

Ainda assim, as consequências dos grandes fogos ocorridos na Austrália, em 2019 e 2020, levaram os ambientalistas a determinar que a espécie fará parte de uma lista de 28 que vão agora ser avaliadas pelas autoridades. Acredita-se que foram afectados mais de 10% dos coalas nos estados de New South Wales e Queensland, no leste do país, onde vai realizar-se a avaliação coordenada pelo comité científico de espécies ameaçadas.

Actualmente classificados como Vulneráveis, estes marsupiais podem assim subir um degrau no risco de extinção, passando para o estatuto Em Perigo. Os ambientalistas esperam que isso aconteça durante os próximos meses.

Da lista fazem parte outras espécies cujo estatuto terá de ser revisto no máximo até final de Outubro de 2021 – incluindo dois répteis, quatro espécies de anfíbios, sete peixes, oito aves e ainda outros cinco mamíferos. É o caso de outro conhecido marsupial australiano conhecido em inglês por ‘greater glider’ (“grande planador”, numa tradução literal para português), que tal como os coalas depende fortemente das florestas.