Floresta. Foto: Anja Odenberg/Pixabay

Dia Mundial do Ambiente 2020 será dedicado à biodiversidade

Monitor

Este ano, o Dia Mundial do Ambiente, celebrado a 5 de Junho, vai focar-se no papel crucial da biodiversidade. A Colômbia é o país que albergará as celebrações mundiais, revelou a ONU.

Todos os anos desde 1974, no dia 5 de Junho cerca de 150 países celebram o Dia Mundial do Ambiente para “promover a consciência e a acção ambiental a nível mundial”, explica a ONU.

Com um milhão de espécies de plantas e de animais em perigo de extinção em todo o mundo, nunca houve momento mais importante para nos dedicarmos à protecção da biodiversidade, salientou na COP25 (Conferência das Partes) da Convenção da ONU para as Alterações Climáticas em Madrid, a 11 de Dezembro, Ricardo Lozano, ministro colombiano do Ambiente.

O evento será organizado pelo Governo colombiano e pelo Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA). O Governo alemão vai apoiar esta iniciativa.

A Colômbia é um dos países com maior biodiversidade do mundo, com cerca de 10% da biodiversidade do planeta. É o país com maior diversidade de espécies de aves e de orquídeas e o segundo país com maior número de espécies de plantas, borboletas, peixes de água doce e anfíbios.

“2020 é um ano de urgência, ambição e de acção para abordar a crise que enfrentam os ecossistemas”, disse então Inger Andersen, directora-executiva do PNUA. “É também uma oportunidade para incorporar mais plenamente as soluções baseadas na natureza na acção climática global.”

Este será um ano crucial para a preservação e restauro da biodiversidade, já que o mundo vai avaliar e renovar os seus compromissos durante a 15ª reunião da Conferência das partes (COP15) da Convenção sobre a Diversidade Biológica, em Kunming (China), em Outubro.

Além disso, este ano celebra o início da Década das Nações Unidas para o Restauro dos Ecossistemas (2021-2030), uma iniciativa para ampliar a recuperação dos ecossistemas degradados e destruídos, como parte do combate à crise climática.

“Não há melhor momento do que este para nos unirmos pelo planeta”, disse Jochen Flasbarth, secretário de Estado do Ministério do Ambiente da Alemanha. “A acção climática e a conservação da biodiversidade são duas caras da mesma moeda. Precisamos desenvolver políticas que travem a extinção de espécies de plantas e animais. A Alemanha vai apoiar a Colômbia e outros Estados membros para que 2020 seja um ano que acelere a acção pela biodiversidade”, acrescentou.