Lince-ibérico. Foto: Programa de Conservação Ex-situ/Arquivo

Dois linces-ibéricos vão passar a viver em França

Baptizados como Fruta e K5, mãe e filho foram transferidos para o Natur’Zoo de Mervent, na zona ocidental do território francês, anunciou esta terça-feira o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Tanto Fruta como K5 foram considerados exemplares excedentes do Programa de Conservação Ex Situ do Lince-Ibérico, o programa de reprodução da espécie em cativeiro, explica o ICNF. Os dois animais estão agora em adaptação à sua nova morada. 

O espaço que lhes está reservado no Natur’Zoo de Mervent ocupa uma área total de 2.600 metros quadrados, “equivale a uma das maiores instalações disponíveis para a espécie” e está “totalmente equipado” para receber os dois linces, afirma o instituto em comunicado enviado à Wilder.

Fruta é uma fêmea nascida há 11 anos, em 2009, no centro espanhol El Acebuche, e transferida para o Centro Nacional de Reprodução de Lince Ibérico (CNRLI) em Silves.

Trata-se de “uma fêmea excedente por sobre-representação genética no programa”, pelo que deixou de ter prioridade de reprodução. Ao longo da sua vida reprodutiva, Fruta “teve um enorme êxito”, dando à luz um total de 21 linces. Destes, 15 foram reintroduzidos em meio selvagem, na Península Ibérica; outra das crias, K5, foi considerado um “animal excedente”.  

Com efeito, K5 está nesta situação por sofrer de uma anomalia genética: criptorquidia, uma alteração genital que impede a sua reprodução ou reintrodução. Este lince nasceu há oito anos, em 2013, filho de Fruta e Drago, e foi assim baptizado por ser a a quinta cria de uma ninhada de cinco nascida no CNRLI.

“Estes dois linces-ibéricos passarão a ser embaixadores dos esforços de conservação da espécie realizados por Espanha, Portugal e União Europeia”, afirma o ICNF, que acrescenta que “esta parceria terá um papel importante na educação e sensibilização ambiental sobre os desafios e ameaças que esta espécie ainda enfrenta, apesar do sucesso do Programa de Conservação Ex Situ do Lince-Ibérico“. 

Em Maio passado, o Ministério espanhol para a Transição Ecológica e Desafio Demográfico anunciou que o número total de exemplares em Portugal e Espanha ascende a 1.111, entre indivíduos adultos ou subadultos e as crias nascidas em 2020.

O Natur’Zoo de Mervent é parque zoológico inaugurado em 1957 e pertence à Associação Europeia de Zoos e Aquários (EAZA). “Tem nas suas instalações animais pertencentes a 12 programas de conservação espécies ameaçadas da EAZA e apoia mais de 20 programas de conservação de espécies em meio selvagem.”

 

Inês Sequeira

A minha descoberta do mundo começou nas páginas dos livros. Desde que aprendi a ler, devorava tudo o que eram livros e enciclopédias em casa. Mais tarde, nos jornais, as minhas notícias preferidas eram as que explicavam e enquadravam acontecimentos que de outra forma seriam compreendidos apenas pelos especialistas. E foi com essa ânsia de aprender e de “traduzir” o mundo que me formei como jornalista. Comecei em 1998 na área de Economia do PÚBLICO, onde estive 14 anos a escrever sobre transportes, aviação, energia, entre outros temas. Fui também colaboradora do Jornal de Negócios e da agência Lusa. Juntamente com a Helena Geraldes e a Joana Bourgard, ajudei em 2015 a fundar a Wilder, onde finalmente me sinto como “peixe na água” e trabalho para um mundo melhor. Aqui escrevo sobre plantas, animais, espécies comuns e raras, descobertas científicas, projectos de conservação, políticas ambientais e pessoas apaixonadas por natureza. Aprendo e partilho algo novo todos os dias.