Fotos: Governo de La Rioja

Espanha avança com reintrodução de visão-europeu para ajudar espécie

Conservação

Lenito e Laminero são dois dos oito visões-europeus que serão reintroduzidos na natureza em La Rioja, no Norte de Espanha, nas próximas semanas.

 

Os animais, dois machos com dois anos de idade, foram libertados a 12 de Setembro na foz do rio Najerilla, junto às localidades de Cenicero e Torremontalbo, segundo a Consejería de Agricultura, Ganadería y Medio Ambiente.

 

 

O objectivo é “recuperar as populações deste mamífero, uma das espécies actualmente mais ameaçadas a nível mundial”, segundo um comunicado do governo de La Rioja.

Ambos os visões foram criados em cativeiro nas instalações da Fundación para la Investigación en Etología y Biodiversidad (FIEB) em Toledo. No último mês estiveram no parque Senda Viva (Navarra) para se prepararem para a libertação.

Estes são os primeiros dos oito visões-europeus que deverão ser reintroduzidos na natureza nas próximas semanas, no âmbito do projecto LIFE Lutreola Spain. Além dos dois machos serão libertadas seis fêmeas: Neila y Nalda, também criadas no FIEB, e Kala, Nájera, Nieva e Nela, criadas em Pont de Suert (Lleida).

Os animais foram libertados levando uma coleira com um rádio emissor que permite segui-los nos primeiros meses.

 

 

A decorrer desde 2014 em La Rioja, País Vasco, Aragão e Comunidade Valenciana, o projecto Lutreola Spain quer ajudar a conservar o visão-europeu, espécie Criticamente Em Perigo de extinção. A estratégia passa pelo controlo do visão-americano, espécie exótica e a principal ameaça para a espécie.

Há alguns anos, os conservacionistas decidiram avançar para acções de reforço populacional do visão-europeu, dada “a impossibilidade de que a população selvagem recupere por si própria”. Desde então têm sido libertados animais vindos de centros de reprodução em cativeiro.

As zonas de reintrodução – na foz dos rio Najerilla e Ebro, onde há alimento e abrigo para a espécie – são aquelas que tinham populações de visão-europeu antes da chegada do visão-americano, como é o caso de La Rioja. Ali existia um dos mais importantes núcleos populacionais da Europa, com mais de um exemplar por quilómetro de rio. Mas hoje, tem registado uma diminuição considerável. Em 2011 havia 126 visões adultos em La Rioja. O último censo, feito em 2017, mostrou um declínio superior a 35%.

A par da reprodução em cativeiro, a luta pela sobrevivência do visão-europeu faz-se através da erradicação do visão-americano. Desde o Outono de 2014 está a decorrer uma campanha de erradicação na área de expansão do visão-europeu, no total de 400 quilómetros de rios.

Segundo o governo de La Rioja em 2014 foram capturados 104 visões-americanos, em 2015 foram capturados 176, em 2016 o número desceu para 12 e em 2017 apenas se localizaram três.