Brooke teve cinco crias. Foto: Víctor Ortega/FIEB Foundation

Nasceram 20 visões-europeus em centro de reprodução em Espanha

Conservação

O visão-europeu (Mustela lutreola) é um dos mamíferos mais ameaçados do mundo, com apenas três populações. Este centro de reprodução conseguiu 20 crias em 2019.

Os animais nasceram no Centro de reprodução do Visão-europeu da Fundação para a Investigação em Etologia e Biodiversidade (FIEB), em Casarrubios del Monte, em Toledo (Castela-La Mancha).

Segundo um comunicado da FIEB, esta temporada reprodutora foi “excepcional”.

As quatro crias de Esperanza. Foto: Víctor Ortega/FIEB Foundation

Seis fêmeas – Esperanza, Navas, Medina, Brooke, Mazuela e Mirenka tiveram crias. Os machos reprodutores foram Llorente e Lontzo.

No total nasceram 22 pequenos visões-europeus, dos quais sobreviveram 20.

A Fundação chama a atenção para o feito conseguido por Brooke. Esta fêmea teve cinco crias, “acontecimento sem precedentes no Centro de Reprodução da FIEB e a segunda vez que acontece em Espanha”. No Norte da Europa, este feito é mais frequente.

Brooke teve cinco crias. Foto: Víctor Ortega/FIEB Foundation

Das 20 crias, nove são fêmeas e 11 são machos.

O Centro de Reprodução inteiramente dedicado a esta espécie arrancou em 2013, como parte da Estratégia Nacional espanhola de Conservação do Visão-europeu (Mustela lutreola), aprovada em 2005. Juntou-se assim a outros locais onde se faz a reprodução da espécie em cativeiro, como o centro em Pont de Suert, em Lleida (Catalunha). 

Em 2015 nasceram as primeiras crias naquele centro (quatro). Em 2017 nasceram outras quatro crias e em 2018 nasceram sete.

“Este ano foi, sem dúvida, um ano recorde para a Fundação, com um total de 20 crias.”

As crias nascidas até ao momento vão ajudar a melhorar a estrutura demográfica e genética do programa de reprodução espanhol. As primeiras libertações na natureza começaram em 2017, depois de terem sido identificadas zonas adequadas.

Por exemplo, no final do ano passado, oito visões-europeus foram reintroduzidos na natureza em La Rioja, no Norte de Espanha.

O visão-europeu é um carnívoro que vive nos lagos e rios com água de boa qualidade e vegetação ribeirinha densa. Os machos pesam entre 700 e 1.100 gramas e medem cerca de 60 centímetros, enquanto as fêmeas pesam entre 400 e 650 gramas e medem entre 44 e 52 centímetros.

Esta é uma das espécies de mamíferos mais ameaçadas na Europa. Está classificado como Criticamente Em Perigo de extinção na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

Actualmente apenas existem três populações em todo o mundo: uma população na Rússia, uma na Roménia e uma pequena população no Sudoeste de França e Norte de Espanha, segundo o Ministério espanhol para a Transição Ecológica.

Todas as populações estão em declínio. Em Espanha, a população está estimada em menos de 500 animais, principalmente em La Rioja, Navarra e País Basco.

A principal causa desta situação é a competição com o visão-americano (Neovison vison), uma espécie exótica invasora, mas não só. O visão-europeu está ainda ameaçado pela poluição dos rios e pela perda do seu habitat natural.