Aranhas do género Jotus. Fotos: Robert Whyte e Michael Doe/CeNak

Nova espécie de aranha homenageia Karl Lagerfeld

Ciência

As cores branca e preta da pequena aranha saltadora Jotus karllagerfeldil fizeram lembrar aos investigadores australianos o designer Karl Lagerfeld (1933-2019).

A espécie, descrita pela primeira vez num artigo publicado a 18 de Junho na revista Evolutionary Systematics por investigadores australianos e alemães, mede entre quatro e cinco milímetros.

Foto: Mark Newton, CeNak

É uma aranha-saltadora ou papa-moscas da família mais numerosa de aranhas, Salticidae. Hoje são conhecidas mais de 5.000 espécies.

Contrariamente ao que é habitual nas espécies do seu género, Jotus, esta pequena aranha não tem cores vivas, normalmente vermelhos e azuis. Antes, é branca e preta. E foi isto que fez lembrar o estilo de Karl Lagerfeld, designer de moda alemão que era o director criativo da Chanel e da casa de moda italiana Fendi. 

Mark Newton, CeNak. Foto de Karl Lagerfeld: Siebbi (alterada por CeNak)

“O animal fez-nos lembrar, com as suas cores, o estilo minimalista de Karl Lagerfeld. Por exemplo, associámos as patas pretas às luvas que ele usava sempre”, explicou Danilo Harms, investigador do Center for Natural History of the University of Hamburg (CeNak).

A equipa de cientistas achou que a aparência da aranha, de cores brancas e pretas, tinha a marca do estilo de Lagerfeld: cabelo e colarinho brancos que contrastavam com os óculos de sol e as luvas pretas.

A aranha foi descoberta entre espécimes da Colecção Godeffroy, guardada em CeNak. Esta colecção histórica foi originalmente reunida pelo rico e curioso mercador alemão Johann Cesar Godeffroy, que financiou várias expedições à Austrália no século XIX.

Além desta aranha, os investigadores descreveram outras sete espécies novas para a Ciência, todas do mesmo género. Duas delas – Jotus fortiniae e Jotus newtoni – também receberam nomes inspirados em pessoas que se destacaram pelo seu trabalho e criatividade: Ellen Fortini (bióloga molecular e comunicadora de ciência do Perth College) e Mark Newton (naturalista e fotógrafo).

Aranhas do género Jotus. Fotos: Robert Whyte e Michael Doe/CeNak

Todas as novas espécies foram encontradas ou na Colecção Godeffroy ou no Museu de Queensland.

O género Jotus tem numerosas espécies, encontradas um pouco por toda a Austrália. Mas pouco se sabe sobre estas aranhas. Uma característica interessante, segundo os cientistas por detrás deste estudo, são os seus enormes olhos telescópicos, que permitem uma visão especial.

As espécies Jotus precisam desta capacidade para procurar alimento, uma vez que elas não tecem teias, caçando em áreas abertas. Por isso desenvolveram-se enquanto caçadores extremamente rápidos e ágeis, capazes de saltar curtas distâncias.