Pescadores de Peniche estão a ajudar as aves marinhas graças a este “papagaio”

Pescadores de Peniche usam o “papagaio afugentador” para evitar que alcatrazes, gaivotas e pardelas fiquem feridas ou morram nas redes de emalhar, no âmbito do projecto de conservação MedAves Pesca, da SPEA, que agora terminou.

A captura acidental nas pescas é uma das maiores ameaças às aves marinhas. Além disso causa prejuízos aos pescadores, em termos de equipamentos danificados, iscos ou peixe perdido, e tempo passado a retirar aves das redes, linhas e anzóis.

Nos últimos dois anos e meio, os investigadores e pescadores envolvidos no projeto MedAves Pesca testaram várias medidas para evitar que as aves sejam capturadas acidentalmente.

O “papagaio afugentador” demonstrou ser particularmente eficaz a prevenir capturas de aves nas redes de emalhar.

Foto: Elisabete Silva/SPEA

Segundo a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), o “papagaio afugentador” é “uma espécie de papagaio de papel em forma de ave de rapina” que “evita que alcatrazes, gaivotas e pardelas se aproximem das embarcações de pesca”.

“Os pescadores gostam do papagaio afugentador porque é fácil de usar, não afeta as capturas de pescado, e reduz as capturas de aves”, diz, em comunicado, Ana Almeida, técnica de conservação marinha da SPEA. “Nenhum pescador quer apanhar aves, portanto ter uma forma fácil e eficaz de o evitar é um excelente resultado.”

De acordo com a SPEA, “quando os pescadores usaram o papagaio afugentador, significativamente menos aves interagiram com a embarcação, reduzindo assim a probabilidade de as aves serem capturadas durante a largada das redes”.

“Estamos muito agradecidos a esta comunidade piscatória que tem acolhido projetos como o MedAves Pesca de braços abertos”, acrescenta Ana Almeida. “Agora queremos incentivar cada vez mais pescadores, não só em Peniche mas em todo o país, a implementar esta e outras boas práticas.”

Para alargar este impacto para lá dos pescadores que participaram no projeto, a SPEA instalou, nas duas associações de pesca da região, quiosques interativos onde podem descobrir como implementar estas e outras medidas para uma pesca mais sustentável.

Financiado pelo programa operacional Mar2020, o projeto MedAves Pesca chegou ao fim a 30 de Abril. Nesse mesmo dia foi inaugurada a exposição de fotografia “Pescadores e aves marinhas, aliados por um mar sustentável”, que tem o apoio da Docapesca e da Câmara Municipal de Peniche e retrata a faina dos pescadores que têm colaborado nos projetos de conservação de Natureza da SPEA na região.

Para já, a exposição está patente na lota do porto de pesca de Peniche, mas a SPEA, o município e a Docapesca estão a explorar opções para a tornar acessível a todos num futuro próximo.