Que espécie é esta: cobra-lisa-meridional

O leitor Paulo Aguiar encontrou esta cobra em Arouca, a 16 de Outubro, e pediu ajuda para saber a espécie. Luís Ceríaco responde.

“Encontrei esta cobrinha noutro dia aqui num vaso. Deixei-a num campo mas não sei se vai sobreviver ao frio aqui de Arouca”, escreveu o leitor à Wilder. 

Trata-se de uma cobra-lisa-meridional (Coronella girondica).

Espécie identificada por: Luís Ceríaco, especialista em répteis e investigador do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto.

A cobra-lisa-meridional pode medir entre os 40 e os 90 centímetros. É castanha ou acinzentada, tem manchas escuras e uma linha escura do olho ao pescoço, descreve o livro “Anfíbios e Répteis de Portugal”, de Ernestino Maravalhas e Albano Soares.

Esta cobra vive em vários países, desde o Sudoeste Europeu ao Noroeste de África. Na Europa, podemos encontrá-la na Península Ibérica, Sul de França e em grande parte de Itália.

Em Portugal, distribui-se por quase todo o território, vivendo numa grande variedade de habitats. Ainda assim, prefere locais moderadamente quentes e secos.

Tem actividade crepuscular e nocturna e, talvez por isso, não é muito fácil de observar. Durante o dia esconde-se debaixo de pedras. Mas durante a época de reprodução pode ver-se durante o dia.

Está activa da Primavera ao Outono.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.