Fotos: José Fernandes

Que espécie é esta: doninha

Naturalistas locais

O leitor José Fernandes fotografou um pequeno animal na zona de Pinhel (distrito da Guarda) em Novembro de 2014 e pediu ajuda na identificação da espécie. Francisco Álvares responde.

“Que animal é? Doninha?”, perguntou José Fernandes, ao enviar a fotografia à Wilder.

José Fernandes descobriu este animal na freguesia de Santa Eufêmia, concelho de Pinhel (Guarda).

doninha em cima de um ramo

É verdade, trata-se de uma doninha, animal que tem o nome científico Mustela nivalis.

Espécie identificada por: Francisco Álvares, investigador do CIBIO-InBIO, especializado em mamíferos carnívoros.

Esta espécie pertence à família Mustelidae, ou seja, aos mustelídeos, da qual fazem parte outros carnívoros como os arminhos, os toirões, as lontras e os texugos.

Os machos adultos podem medir entre os 17,5 e os 25 centímetros e as fêmeas adultas, mais pequenas, variam entre os 16,5 e os 19 centímetros, segundo o livro “Um olhar sobre os carnívoros portugueses” (2012). 

Os machos adultos pesam entre 90 e 223 gramas e as fêmeas entre 49 e 80 gramas.

As doninhas podem estar activas de noite e de dia e alimentam-se de pequenos ratinhos, lagartos, rãs, minhocas, etc.

Segundo aquele livro, as doninhas são “bastante difíceis de observar na Natureza”.

Ainda assim, ocorrem “numa grande variedade de ambientes, desde florestas mediterrâneas até prados alpinos, seleccionando os habitats pela sua abundância de micromamíferos”, segundo o Atlas de Mamíferos de Portugal.

Em Portugal, os cientistas acreditam que as doninhas estão distribuídas por todo o território continental, “embora com grandes descontinuidades”, e também  em algumas ilhas dos Açores. No entanto, como se trata de “uma espécie de difícil detecção”, havendo hoje um baixo número de registos, são necessários mais estudos sobre a presença deste mamífero, indica o Atlas.

Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.