Felosa-comum. Foto: Aleph/Wiki Commons

Que espécie é esta: felosa-comum

Naturalistas locais

A leitora Cristina Viana fotografou esta ave que encontrou, em Fevereiro, junto a uma charca em Benavente e quis saber a que espécie pertence. Gonçalo Elias dá-lhe a identificação.

 

Cristina Viana, apaixonada pela natureza e pela fotografia, tem feito o registo de várias espécies, essencialmente de aves. Mas também tem um “imenso interesse por árvores, plantas, insectos, répteis… que não deixo de fotografar e tentar identificar, sempre que tenho oportunidade”.

Uma das espécies sobre a qual tem “imensa curiosidade” é esta ave. Cristina gostava de saber qual a espécie de felosa que todos os anos em Fevereiro por ali passa. “Tem um coroa de penas à volta do bico e que não aparece em nenhum dos meus guias de aves nem livros de aves da Europa e do mundo.”

 

Foto: Cristina Viana

 

A espécie que observou é uma felosa-comum (Phylloscopus collybita).

Espécie identificada por: Gonçalo Elias, responsável pelo portal Aves de Portugal.

Esta é uma felosa-comum e “aquilo que parece uma coroa de penas à volta do bico é, na verdade, sujidade nas penas”, explicou o especialista. “Muitas aves que se alimentam de bagas – como azeitonas, por exemplo – acabam por sujar a base do bico e ficam com esse aspecto. Isto acontece muito com essas felosas.”

Esta é uma espécie invernante muito comum e, talvez por isso, tem vários nomes consoante a região do país: Bago-d’uva, Fuim, Fulecra ou Tolinha-das-couves, segundo o livro “Aves de Portugal – Ornitologia do território continental” (Assírio & Alvim, 2010).

Mas é raro fazer ninho em Portugal.

As aves que podemos ver durante o Inverno – especialmente a partir do início de Outubro, vindas do Reino Unido, França e Países Baixos – procuram habitats muito diversos, desde quintas, jardins e parques das cidades até pomares, hortas, montados, pinhais e zonas húmidas.

 

Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.