Tintureira (Phytolacca americana). Foto: Laurianne Henry/Wiki Commons

Que espécie é esta: tintureira ou erva-dos-cachos-da-Índia

Naturalistas locais

A leitora Maria Clara Rosado pediu ajuda para saber qual o nome de uma planta fotografada no dia 15 de Dezembro, na zona de Marmelete-Monchique, Algarve. O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra identifica.

 

“Existe na zona de Marmelete-Monchique, atinge mais de 1,80m de altura, produz cachos com bagas. As pessoas idosas dizem que ‘não serve para nada e é venenosa'”, descreveu Maria Clara Rosado.

 

plantas com bagas roxas

Foto: Maria Clara Rosado

 

Tudo indica que se trata de uma planta exótica nativa da América do Norte, conhecida por tintureira ou erva-dos-cachos-da-índia, entre vários nomes comuns, com o nome científico de Phytolacca americana.

Espécie identificada e texto por: Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC), que tem a decorrer um projecto de consultas botânicas para o qual poderá enviar todas as perguntas e dúvidas que tiver sobre as plantas (consultorio.botanico@uc.pt).

Esta espécie foi utilizada como planta de tinturaria, razão pela qual foi introduzida em quase todo o mundo, incluindo Portugal, onde se naturalizou.

E de facto, todas as partes desta planta são tóxicas. Como as bagas são muito atractivas quando estão maduras, o desconhecimento da toxicidade desta espécie pode levar a envenenamentos por ingestão dos frutos.

No entanto, as aves não são afectadas pelos compostos tóxicos. Consomem os frutos e actuam como dispersores de sementes desta espécie.

Trata-se também de uma espécie invasora, que todos podem ajudar a mapear no portal invasoras.pt.

 

Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. No caso de plantas, deve enviar fotos de pormenor das folhas, frutos e flores (se houver), se possível também tiradas contra o céu. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.

Precisamos de pedir-lhe um pequeno favor…
Se gosta daquilo que fazemos, agora já pode ajudar a Wilder. Adquira a ilustração “Menina observadora de aves” e contribua para o jornalismo de natureza. Saiba como aqui.