Foto: Tauʻolunga/Wiki Commons

Que espécie é esta: uma Gomphocarpus physocarpus

Naturalistas locais

A leitora Margarida Sousa fotografou esta planta em Paços de Ferreira, em Outubro de 2017, e pediu ajuda à Wilder na identificação. O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra responde.

 

“Na minha terra muitas pessoas têm esta planta em casa, mas não sabem o nome comum. Aquelas coisas redondas com picos costumam inchar, ficando maiores, e são ocos”, descreveu Margarida Sousa.

 

os frutos da Gomphocarpus physocarpus

Gomphocarpus physocarpus. Foto: Margarida Sousa

 

Tudo indica que se trata de uma planta da espécie Gomphocarpus physocarpus, conhecida em Portugal por vários nomes comuns, como paina-de-seda ou paineirinha. Por vezes também é identificada pelo nome científico Asclepias physocarpa.

Espécie identificada e texto por: Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, que tem a decorrer um projecto de consultas botânicas para o qual poderá enviar todas as perguntas e dúvidas que tiver sobre as plantas (consultorio.botanico@uc.pt).

A espécie Gomphocarpus physocarpus (família Apocynaceae) é nativa do Sul de Moçambique e da África do Sul. Está naturalizada em muitos outros países africanos e não só.

As “coisas redondas com picos” que esta planta ostenta são na realidade frutos, mais especificamente folículos: um fruto seco formado a partir de um só carpelo e que se abre ao longo de uma única fenda longitudinal, para libertar as sementes.

Nesta planta (e noutras do mesmo género) o fruto é inflado, o que lhe confere o aspecto de um balão (os frutos na imagem ainda não estão completamente desenvolvidos). Estas características tornam esta planta muito atractiva para usos ornamentais.

Para além disso, a Gomphocarpus physocarpus é usada para criar as lagartas da borboleta Monarca.

Em Portugal, onde foi introduzida, pode observar-se na natureza nalgumas zonas do território continental, como indica o portal Flora-On.

 

Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. No caso de plantas, deve enviar fotos de pormenor das folhas, frutos e flores (se houver), se possível também tiradas contra o céu. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.