Vespa-mamute. Foto: Daniel Villafruela/Wiki Commons

Que espécie é esta: vespa-mamute

Naturalistas locais

A leitora Susana Martins fotografou esta vespa a 4 de Setembro em Colmeias, concelho de Leiria, e quis saber qual a espécie a que pertence. Albano Soares responde.

Esta vespa “foi capturada nas Colmeias, concelho de Leiria. Há uns meses apanhei outra que, graças a vocês, consegui identificar como sendo a vespa-mamute. Esta é um pouco maior”, contou à Wilder Susana Martins.

A espécie que observou é uma vespa-mamute (Megascolia maculata).

Espécie identificada e texto por: Albano Soares, Rede de Estações da BiodiversidadeTagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal.

É uma das maiores vespas da Europa e muitas vezes pode ser confundida com a Vespa Asiática.

Esta vespa, inofensiva, tem o corpo preto brilhante, coberto por uma camada de pêlos. A sua cabeça é amarela no topo e tem 4 zonas amarelas sem pêlos no abdómen.

Os adultos comem pólen e néctar e são parasitas do escaravelho rinoceronte (Oryctes nasicornis).

Apesar do seu grande tamanho – é a maior vespa da Europa e as fêmeas chegam a ter 6 cm de comprimento – não é nada agressiva, apenas picando para se defender no caso de serem molestadas. E a picadela não é perigosa, a não ser que sejam alérgicos.


Saiba mais.

Leia também sobre a vespa-mamute observada em Ponte de Sor, a 14 de Julho deste ano, e sobre a vespa-mamute observada a 17 de Julho de 2018 em Rebordosa (Paredes, Porto), um outro artigo do “Que espécie é esta?”.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.