lustrações: Marco Nunes Correia

Desenho da semana: cágados a apanhar banhos de Sol

Marco Nunes Correia

O ilustrador naturalista Marco Nunes Correia abre os seus cadernos de campo e mostra-nos o que o fascina na natureza portuguesa. São desenhos, esboços ou aguarelas onde regista as estações do ano. Uma por semana.

 

Os cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa) são uma das duas espécies de cágados autóctones de Portugal. As lagoas e os campos da Reserva Natural Local do Paul de Tornada são um refúgio crucial para esta espécie de cágado selvagem.

Em Maio de 2016, o ilustrador Marco Nunes Correia descobriu dois destes belos animais para registar no seu caderno de campo.

 

 

“O cágado estava a apanhar banhos de Sol sobre os bunhos tombados pelos caimões (Porphyrio porphyrio), no Paul de Tornada”, escreveu o naturalista na sua folha de desenho.

Esta imagem, feita a 15 de Maio de 2016, teve duas fases. Primeiro, Marco Nunes Correia fez um desenho a grafite, com o auxílio do telescópio. Depois, pintou o desenho a aguarela. O caderno que utilizou foi um de tamanho A4, com “papel de fraca qualidade, para não me sentir obrigado a fazer coisas bonitas”.

Mais tarde, a 27 de Maio de 2016, o ilustrador regressou ao Paul e registou no seu caderno um outro desenho da mesma espécie.

 

 

Mais uma vez auxiliado pelo telescópio, fez o desenho a cerca de quatro metros do animal, “que tinha apenas cerca de quatro centímetros de diâmetro”. “Registei a cabeça em duas posições diferentes e algumas notas referentes às cores da mesma, para mais tarde colorir.”

 

Saiba mais.

Marco Nunes Correia, de Alcobaça, é professor na Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha. É membro do Grupo do Risco e especializou-se em desenho de natureza.