Foto: Gonçalo Nuno G. de Lemos

Já são conhecidos os Fotógrafos de Natureza do Ano em Portugal

Fotografia

Os vencedores da primeira edição do concurso GENERG – Fotógrafo de Natureza do Ano foram anunciados na última sexta-feira à noite, na abertura do Cinclus Festival de Imagem da Natureza, em Vouzela.

 

O maior prémio do concurso, de fotógrafo de natureza do ano, foi ganho por Eduardo Barrento. Houve ainda um primeiro e segundo vencedores em cinco categorias: paisagem, fauna, flora, Parque Natural Local Vouga-Caramulo (no concelho de Vouzela) e Parque Eólico do Caramulo (nos concelhos de Vouzela e Tondela) – esta última sugerida pela GENERG, empresa de energias renováveis.

O concurso esteve aberto a fotógrafos profissionais e amadores de nacionalidade portuguesa.

Do júri que escolheu as melhores imagens, fazem parte cinco especialistas em fotografia: Luís Quinta (fotógrafo de natureza), Alexandre Vaz (fotojornalista), Gonçalo Pereira (director da revista National Geographic Portugal), Joel Santos (fotógrafo de viagens) e Bruno D’Amicis (fotógrafo de natureza italiano).

O vencedor principal desta edição ganha 1500 euros, parte de um montante de quase 4000 euros repartido pelos primeiros lugares de cada categoria, além de material fotográfico para os segundos lugares. Houve ainda várias menções honrosas.

 

Grande vencedor e vencedor na categoria Fauna: Eduardo Barrento. “Macho de peneireiro (Falco tinnunculus) acabou de capturar um rato”.

 

Segundo prémio na categoria Fauna: Pedro Baptista. “Corvo-marinho em Abu Nakhla – Qatar”.

 

Vencedor na categoria Paisagem: José Carlos Pinto de Resende. “Jokulsárlón – Iceland”.

 

Segundo prémio na categoria Paisagem: Pedro Ferrão Patrício. “O Covão d’Ametade numa noite de lua cheia e ventos ciclónicos.”

 

Vencedor na categoria Flora: Ricardo Lourenço. “Um pequeno cogumelo surge no meio da vegetação sombria que contrasta com o orvalho que caiu durante a noite.”

 

Segundo lugar na categoria Flora: Gonçalo Nuno G. de Lemos. “Ancião. Um velho Castanheiro com mais de 700 anos resiste ao passar do tempo, exibindo no Outono toda a sua beleza. Guilhafonso, Guarda”

 

Vencedor na categoria Parque Natural Local Vouga-Caramulo: Gonçalo Rosa. “No Outono, as castanhas que caem no solo ser servem de alimento a muitos animais, entre os quais este pequeno rato-do-campo.”

 

Segundo lugar na categoria Parque Natural Local Vouga-Caramulo: Gonçalo Rosa. “No final do Verão, uma cria com poucos dias de lagarto-de-água repousa na margem de um regato.”

 

Vencedor na categoria Parque Eólico do Caramulo: Pedro Esteves. “Parque eólico do Caramulo ao pôr do sol.”

 

Segundo lugar na categoria Parque Eólico do Caramulo: Guilherme Limas. “Há vida na serra.”

 

Se desejar ter mais informação sobre o concurso, pode ler a notícia sobre esta primeira edição.

E se quiser ver as fotografias que receberam menção honrosa, para além dos vencedores, pode conhecê-las aqui.