Que espécie é esta: salsa-brava

A leitora Celeste Maia fotografou esta planta no seu quintal em São João da Talha, Loures, a 17 de Junho e quis saber a que espécie pertence. Carine Azevedo responde.

“Poderão ajudar-me a identificar esta planta que apareceu num vaso no meu quintal? A que espécie pertencerá? Apareceu esta primavera e tornou-se enorme e bonita. Gostava de saber o que é. Não plantei nem coloquei semente de nada”, escreveu a leitora à Wilder.    

Trata-se da espécie rabaça ou salsa-brava (Helosciadium nodiflorum).

Espécie identificada e texto por: Carine Azevedo, consultora na gestão de património vegetal ao nível da reabilitação, conservação e segurança de espécies vegetais e de avaliação fitossanitária e de risco. Dedica-se também à comunicação de ciência para partilhar os pormenores fantásticos da vida das plantas.

A planta das fotografias pertence à família Apiaceae e é vulgarmente conhecida como rabaça ou salsa-brava (Helosciadium nodiflorum).

É uma espécie na Europa, Região Mediterrânica, Ásia Central e Noroeste da Tanzânia.

Em Portugal surge de forma espontânea um pouco por todo o Continente e nos Arquipélagos da Madeira e Açores. É comum em locais húmidos, junto a linhas de água, cursos de água lentos ou parados, charcos, lagoas e ao longo de canais de irrigação. 

É uma planta herbácea perene que pode crescer entre 30 a 80 cm de altura. Possui caules finamente estriados, muito frágeis, por vezes ocos. 

As folhas são verde-brilhantes, compostas e os folíolos possuem forma lanceolada a oval.

As flores despontam no final da primavera e durante o verão. Surgem dispostas em umbelas de caule curto, opostas às folhas e em conjuntos de 12 a 20 flores brancas e pequenas.

É uma espécie tradicionalmente consumida em Portugal e em Espanha, usada como condimento para aromatizar sopas. Também pode ser consumida crua, sem preparo nenhum ou em saladas verdes, ou cozinhada como legume, em omeletes e em recheios de massas.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.