Lobo (Canis lupus). Foto: Marcel Langthim/Pixabay

Novo censo revela que população de lobos em França está a aumentar

Natureza

A população de lobos (Canis lupus) em França aumentou de 292 animais em 2016 para 360 este ano, registando uma subida de 23%, revelou nesta terça-feira o Departamento Nacional francês da Caça e da Fauna Selvagem.

 

Segundo os dados, que resultaram da contagem de lobos para o Inverno 2016/2017, foram registadas 57 Zonas de Presença Permanente (uma subida em relação às 49 detectadas no ano passado) e 42 alcateias (no ano passado eram 35).

Estes dados provam “a continuidade da progressão demográfica global da espécie a longo prazo e à escala da população francesa”, informa aquele departamento em comunicado. Nos últimos dois anos, a espécie tinha registado uma estagnação dos números populacionais.

Em Agosto deste ano começa o censo estival à espécie.

O lobo regressou naturalmente à região dos Alpes em 1992, depois de ter desaparecido nos anos 1930, lembra o jornal francês Le Monde. Lentamente, está a colonizar novos territórios. “Ainda estamos a aguardar os números definitivos, mas estamos longe de uma população em forte expansão”, disse Madline Reynaud, directora da Associação de Protecção dos Animais Selvagens, ao jornal.

“É preciso sermos prudentes”, avisou Yvon Le Maho, cientista da Universidade de Estrasburgo-CNRS, citado pelo Le Monde. “Este aumento pode explicar-se por um ambiente natural e climatérico favorável que poderá não se repetir.”

Nos últimos anos, o Governo francês tem aumentado o número de lobos que podem ser caçados legalmente, numa tentativa de travar os ataques ao gado. Para a época 2016/2017 esse número foi fixado em 38. Até ao momento já foram abatidos 37 lobos.

Actualmente existem dez populações de lobo na Europa, uma das quais no Noroeste da Península Ibérica.

Em Portugal, o mais recente censo nacional ao lobo-ibérico, de 2002/2003, identificou 63 alcateias (51 confirmadas e 12 prováveis) no Norte e Centro do país. A população foi, então, estimada entre 220 e 430 animais. Mais tarde, estudos compilados entre 2003 e 2014 deram conta da existência de 47 alcateias (41 confirmadas e seis prováveis). Há 28 anos que esta é uma espécie protegida em Portugal, desde que a Lei nº90/88, de 13 de Agosto, estabeleceu pela primeira vez as bases para a protecção do lobo-ibérico. Em 2005 foi classificado com o estatuto de Em Perigo (Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal).

 

Saiba onde vivem as dez populações de Lobo na Europa:

  1. Noroeste da Península Ibérica (Espanha e Portugal)
  2. Serra Morena (Sul de Espanha)
  3. Alpes (França, Itália e Suíça)
  4. Itália – Península Itálica
  5. Cárpatos – República Checa, Eslováquia, Sul da Polónia, Ucrânia, Roménia, Sérvia e Hungria
  6. Dinara-Balcãs – Eslovénia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Montenegro, Albânia, República da Macedónia, Grécia e Bulgária
  7. Carélia – Finlândia e Rússia Ocidental
  8. Báltico – Rússia, Estónia, Letónia, Lituânia, Bielorrússia, Nordeste da Polónia e Ucrânia
  9. Alemanha-Polónia – Leste da Alemanha e Polónia Ocidental
  10. Escandinávia – Noruega e Suécia