Quando só restam 100 animais de uma espécie em todo o planeta, não há tempo a perder. Ontem, o Zoo norte-americano de Cincinnati (Ohio) anunciou que Harapan, um macho de rinoceronte-de-samatra com oito anos de idade, vai para um centro de reprodução da espécie na Indonésia para ajudar a evitar a extinção da espécie.

 

Harapan é o único rinoceronte-de-samatra (Dicerorhinus sumatrensis) que vive fora do Sudeste Asiático. Nasceu há oito anos no Zoo de Cincinnati, juntamente com outros dois rinocerontes, no âmbito do projecto de reprodução em cativeiro de rinoceronte-de-samatra daquela instituição.

Até agora, este Zoo mantinha o único programa de reprodução da espécie, nos Estados Unidos, e o seu objectivo foi conseguir crias para esta espécie Criticamente em Perigo de extinção.

Actualmente há apenas 100 rinocerontes-de-samatra no planeta, nove dos quais em cativeiro. Na semana passada, uma equipa de cientistas publicou um artigo na revista científica Oryx que declarou a extinção da espécie na natureza na Malásia. Os animais que vivem nas florestas fragmentadas do Sudeste Asiático estão dispersos em três pequenas populações na ilha de Samatra e numa população no Bornéu, o que torna difícil encontrarem-se e reproduzirem-se.

“Apesar da grande tristeza pessoal que tantos de nós estamos a sentir, com a partida de Harapan e o fim do programa de reprodução, temos de nos focar no que já conseguimos”, disse a directora do Zoo, Terri Roth, em conferência de imprensa. O Zoo conseguiu três crias. Em 2001 nasceu Andalas, em 2004 nasceu Suci e em 2007, Harapan.

Harapan, em idade de se reproduzir, vai ser levado para o Santuário do Rinoceronte-de-samatra, no Parque Nacional Way Kambas, na Indonésia. Neste centro já está Andalas – o irmão de Harapan – uma cria de Andalas e três fêmeas.

“Apesar de os números serem assustadoramente baixos, os rinocerontes-de-samatra ainda vivem nas florestas de Samatra. Acreditamos que ainda há tempo para os salvar e não vamos desistir”, acrescentou Terri Roth.

Ainda não há uma data definida para a partida de Harapan, mas o Zoo avança que deverá ser no Outono.

O rinoceronte-de-samatra é uma das cinco espécies de rinocerontes do planeta. É a mais pequena de todas, com os seus um metro a um metro e meio de altura. Pode pesar entre 500 e 960 quilos. A esperança média de vida na natureza é entre 30 e 45 anos.

Esta espécie é considerada a mais “primitiva” de todas as cinco espécies de rinocerontes e será o parente vivo mais próximo dos famosos rinocerontes lanudos que viveram na Europa e na Ásia durante a Idade do Gelo.