Que espécie é esta: águia-calçada

O leitor Iuri Pereira fotografou esta ave a 27 de Janeiro no Seixal e quis saber qual a espécie. Gonçalo Elias dá-lhe a identificação.

“Fomos surpreendidos por esta águia na nossa quinta, no Seixal, que caçou e comeu um pombo no passado dia 27 de Janeiro”, contou o leitor à Wilder.

“Não obtive satisfatória conclusão quanto à espécie a que pertencia quando a comparei às espécies mais abundantes no nosso território.”

Tratar-se-á de uma águia-calçada (Aquila pennata). Em muitos guias de campo, esta espécie surge com o nome Hieraaetus pennatus.

Espécie identificada por: Gonçalo Elias, responsável pelo portal Aves de Portugal.

Está um bocado escondida mas eu diria que é uma águia-calçada.

Esta é uma rapina de médias dimensões, que se caracteriza pela sua cauda quadrada e pelas patas emplumadas, segundo o portal Aves de Portugal.

É uma espécie que surge em duas formas: a forma clara (mais frequente) e a forma escura (mais escassa).

A águia-calçada é uma espécie estival que pode ser vista em Portugal principalmente de Março a Setembro.

Distribui-se de norte a sul do país, sendo bastante frequente no Alentejo, no Ribatejo e na Beira interior.

Alguns indivíduos permanecem entre nós durante a estação fria, maioritariamente junto à faixa costeira.

Tem estatuto de conservação de Quase Ameaçada.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.


Já que está aqui…

Apoie o projecto de jornalismo de natureza da Wilder com o calendário para 2021 dedicado às aves selvagens dos nossos jardins.

Com a ajuda das ilustrações de Marco Nunes Correia, poderá identificar as aves mais comuns nos jardins portugueses. O calendário Wilder de 2021 tem assinalados os dias mais importantes para a natureza e biodiversidade, em Portugal e no mundo. É impresso na vila da Benedita, no centro do país, em papel reciclado.

Marco Nunes Correia é ilustrador científico, especializado no desenho de aves. Tem em mãos dois guias de aves selvagens e é professor de desenho e ilustração.

O calendário pode ser encomendado aqui.