Que espécie é esta: libélula-anelada

O leitor Sérgio Almeida encontrou esta libélula em Valongo do Sousa, a 7 de Setembro, e pediu para saber a espécie. Albano Soares responde.

O insecto “estava num bosque particular, em Valongo do Vouga, à beira rio”, descreveu o leitor à Wilder.

Trata-se de uma libélula-anelada (Cordulegaster boltonii).

Espécie identificada por: Albano Soares, Rede de Estações da BiodiversidadeTagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal.

Esta é uma grande e bonita libélula, que pertence à família Cordulegastridae.

Tem riscas amarelas e pretas e olhos verdes.

Os machos medem, em média, 74 milímetros e as fêmeas podem chegar aos 84 milímetros. A envergadura de asa é de 101 milímetros.

Este libélula, que vive perto de ribeiros, voa entre Maio e Agosto.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.


Já que está aqui…

Apoie o projecto de jornalismo de natureza da Wilder com o calendário para 2021 dedicado às aves selvagens dos nossos jardins.

Com a ajuda das ilustrações de Marco Nunes Correia, poderá identificar as aves mais comuns nos jardins portugueses. O calendário Wilder de 2021 tem assinalados os dias mais importantes para a natureza e biodiversidade, em Portugal e no mundo. É impresso na vila da Benedita, no centro do país, em papel reciclado.

Marco Nunes Correia é ilustrador científico, especializado no desenho de aves. Tem em mãos dois guias de aves selvagens e é professor de desenho e ilustração.

O calendário pode ser encomendado aqui.