A GNR de Leiria deteve hoje em flagrante delito um homem por pesca de meixão na foz do rio Tornada, nas Caldas da Rainha.

 

Os militares do Núcleo de Proteção do Ambiente de Caldas da Rainha detectaram um indivíduo de 58 anos a pescar meixão ilegalmente, através do manuseamento de uma arte de pesca, denominada por “capinete ou arca”.

Nesta acção, no âmbito de uma missão de fiscalização à captura ilegal de meixão, foi apreendido o material utilizado na captura desta espécie e 219 gramas de meixão.

A enguia europeia (Anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por meixão, é uma espécie Em Perigo de extinção. Nos últimos anos “tem vindo a sofrer um acentuado decréscimo, em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução”, segundo um comunicado da GNR.

As 219 gramas de meixão apreendidas hoje correspondem a cerca de 650 espécimes, com um valor estimado de 1.640 euros no mercado final (países europeus e asiáticos).

O suspeito, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.

O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.