Gladiolus italicus. Foto: Isidre blanc/Wiki Commons

Que espécie é esta: gladíolo silvestre Gladiolus italicus

Naturalistas locais

A leitora Luísa Galhardo fotografou há cerca de três anos uma flor que não encontrava desde a infância, no concelho de Odivelas, e pediu agora ajuda à Wilder para identificar a espécie. O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra responde.

 

“Nos meus tempos de criança, ainda não tinha acontecido a explosão urbanística nesta zona, os campos na Primavera enchiam-se com umas flores que eu adorava, mas cujo nome desconheço”, relata Luísa Galhardo, que cresceu numa localidade pertencente hoje ao concelho de Odivelas.

A leitora recorda que as flores entretanto desapareceram, substituídas por prédios. Até que há três anos foi apanhada de surpresa ao encontrar um exemplar, “mas foi caso único”. “Será que desapareceram? Aqui certamente…”, acredita.

 

Gladíolo de flores rosa

Foto: Luísa Galhardo

 

Tudo indica que se trata de um gladíolo silvestre da espécie Gladiolus italicus. Todavia, será necessário observar também as anteras e as sementes da planta para ter uma certeza absoluta.

Espécie identificada por: Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC), que tem a decorrer um projecto de consultas botânicas para o qual poderá enviar todas as perguntas e dúvidas que tiver sobre as plantas (consultorio.botanico@uc.pt).

 

planta de flores rosas

Gladíolo silvestre da espécie Gladiolus italicus. Foto: Isidre blanc/Wiki Commons

 

Estas plantas, além de serem conhecidas por gladíolos, por vezes são também chamadas de calças-de-cuco, entre outros nomes comuns.

De acordo com os registos no portal Flora-On, gerido pela Sociedade Portuguesa de Botânica, esta espécie nativa de Portugal pode ser observada nalguns locais do Centro e Sul do país, em searas, pousios e prados secos e também em clareiras de matos baixos xerofílicos (secos, tipicamente mediterrânicos), em solo calcário ou basáltico.

Está presente em muitos outros países da Europa, Ásia e Norte de África, locais onde é nativa, mas também noutros pontos do mundo, como acontece nos Açores e na Madeira, onde este gladíolo foi introduzido pelos humanos.

As plantas da espécie Gladiolus italicus costumam florescer entre Março e Maio, exibindo umas vistosas flores cor-de-rosa.

 

Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. No caso de plantas, deve enviar fotos de pormenor das folhas, frutos e flores (se houver), se possível também tiradas contra o céu. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.

Se gosta daquilo que fazemos, agora já pode ajudar a Wilder. Adquira a ilustração “Menina observadora de aves” e contribua para o jornalismo de natureza. Saiba como aqui.