Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha

Passados 100 anos, cabra selvagem volta a reproduzir-se nos Pirenéus Catalães

Conservação

Foram captadas as primeiras imagens de crias de cabra selvagem em Lladorre (Vall de Cardós), na Catalunha, Espanha. Esta é a primeira reprodução conhecida da espécie naquela região nos últimos 100 anos, de acordo com o Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha.

 

Desaparecida entre finais do séc. XIX e início do séc. XX, a cabra selvagem (Capra pyrenaica) volta a ser protagonista da paisagem pirenaica espanhola. A espécie – reintroduzida em 2014 no Parque Natural Regional dos Pirinéus de Ariége, França, num total de 15 cabras vindas da serra de Gredos, em Espanha – chegou agora à reserva nacional de caça espanhola de Alt Pallars, Vall de Cardós.

Em Julho, técnicos da Reserva Nacional de Caça de Alt Pallars (RNCAP) e do Parc Natural dels Pyrénées Ariégeoises (PNPA) avistaram as primeiras crias da cabra selvagem e um grupo de excursionistas também teve a oportunidade de observar esta subespécie de cabra da serra de Gredos no Vall de Cardós, segundo um comunicado do Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha.

“Esta é a primeira imagem que prova o nascimento (desta espécie) em território catalão, depois da reintrodução nos Pirinéus aragoneses”, acrescentaram as autoridades.

Os Pirenéus são uma entidade biológica que não conhece fronteiras administrativas, salienta o Departamento catalão. Deste modo, a nacionalidade francesa ou espanhola das montanhas do sudoeste europeu não foi obstáculo para a reprodução desta espécie.

 

Foto: Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha

Foto: Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha

 

O projeto de reintrodução da cabra selvagem na cordilheira franco-espanhola está a ser liderado pelo Parc Natural dels Pyrénées Ariégeoises (PNPA) – lado francês da reserva de Alt Pallars – e conta com o apoio do Natural Park High Pyrenees (HPNP), parcialmente coincidente com a área da reserva.

 

Foto: Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha

Foto: Departamento de Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentação da Catalunha

 

Esta iniciativa veio abrir portas a uma importante trabalho colaborativo entre a RNCAP, o PNAP e os agentes rurais em nome da gestão e monitorização desta fronteira natural entre Espanha e França.

 

Este texto foi editado por Helena Geraldes.