Fotos: Frederico Mestre, Miguel Rosalino, Nuno Pedroso, Joaquim Pedro Ferreira

Como identificar pegadas de lontras, ginetas, texugos e raposas

Torne-se um perito

Encontrou uma pegada ou um dejecto num passeio por uma das zonas húmidas de Portugal. Mas como saber a que mamífero pertencem? Pedimos a quatro biólogos para o ajudar neste seu trabalho de detective e descobrir os indícios destas quatro espécies.

 

As pegadas e os dejectos podem dizer-lhe muito sobre o estilo de vida e a dieta de um animal. Tenha em conta a dureza do solo onde ficaram marcadas as pegadas porque podem perder algumas características. Os solos mais macios são os que mostram a pegada de forma mais real. As maiores pegadas destas quatro espécies são do texugo, depois da lontra, raposa e, por fim, geneta.

Os biólogos Frederico Mestre, Miguel Rosalino, Nuno Pedroso e Joaquim Pedro Ferreira seleccionaram as principais características que deve procurar na altura de identificar os indícios destes animais:

 

Lontra Procure: pegadas com cinco dedos marcados (em solos mais duros pode ver apenas quatro; em solos mais macios até pode ver a membrana interdigital); uma grande almofada palmar, com 6-8 centímetros de comprimento e 5.5-6 centímetros de largura; dejectos com muitos restos de lagostins (uma das suas presas preferidas).

Dicas: Procure por dejectos em cima de pedras que sobressaem de rios e ribeiras.


Lontra

 

Raposa Procure: pegadas com 5 centímetros de comprimento e 3.5-4 centímetros de largura; garras finas; quatro dedos nas patas posteriores e cinco nas anteriores (o primeiro é muito pequeno e isolado e, por isso, nem sempre é detectável).

Dicas: As pegadas são muito semelhantes às dos cães domésticos. Há algumas diferenças, no entanto: a almofada palmar é relativamente menor, as garras são mais finas e as duas almofadas digitais externas são ligeiramente mais atrasadas e são mais alongadas.


Raposa

 

Texugo Procure: pegadas com grandes garras (cerca de dois centímetros) e cinco dedos; grande almofada palmar, alongada horizontalmente, com 8 centímetros de comprimento e 4-5 centímetros de largura; latrinas escavadas no solo em buracos com cerca de 10 cm de profundidade e diâmetro, normalmente perto das tocas.

Dicas: a pegada do texugo é muito parecida à pegada do urso… só que é mais pequena. Procure-a especialmente em caminhos com solo solto ou enlameado.


Texugo

 

Geneta Procure: pegadas com 3.5 centímetros de comprimento e 3 centímetros de largura; cinco (ou quatro) dedos muito juntos; pequena concavidade posterior na almofada palmar; dejetos cilíndricos.

Dicas: as latrinas de geneta são inconfundíveis. Esteja especialmente atento a locais proeminentes da paisagem, como no cimo de rochas grandes, em ramos de árvores ou arbustos ou em cima de muros de pedra solta em zonas agrícolas.


Geneta