Fotos: Pedro A.Pina

Tubarão-zebra, ameaçado na natureza, chegou a Lisboa

Natureza

Já não existem muitos como ele nos oceanos do planeta. Este tubarão-zebra, de uma espécie ameaçada de extinção, chegou ao Oceanário de Lisboa, no âmbito de um projecto de protecção da biodiversidade marinha.

 

O tubarão-zebra (Stegostoma fasciatum) chegou agora ao aquário central do Oceanário de Lisboa, juntando-se a mais de 10 espécies de tubarões. Tem pouco mais de dois anos de idade, pesa 17 quilos e mede cerca de 1,70m.

 

Fotos: Pedro A.Pina

 

É proveniente de um ovo posto no Shedd Aquarium, em Chicago. Este ovo de tubarão-zebra foi depois transferido para o aquário The Deep, em Inglaterra, onde nasceu, em Dezembro de 2015. “Chegou ao Oceanário de Lisboa em Março de 2016, com apenas 340g e 45cm, onde a equipa de biólogos e veterinários têm acompanhado e monitorizado a sua evolução”, explica a instituição em comunicado.

Os tubarões-zebra juvenis têm o corpo claro, com bandas transversais pretas, semelhantes às de uma zebra. Só em adultos adquirem o padrão característico da espécie, corpo claro com manchas escuras.

Este tubarão nada lentamente e durante o dia é frequente encontrá-lo junto ao fundo, com a boca virada contra a corrente, de modo a respirar sem esforço. O seu corpo e cauda são muito flexíveis e permite-lhe esgueirar-se dentro de fendas e buracos estreitos, onde repousa ou procura as suas presas.

 

Fotos: Pedro A.Pina

 

Segundo a União Internacional para Conservação da Natureza (UICN), o Tubarão-zebra é uma espécie Em Perigo de extinção. A pesca é uma ameaça constante. Tudo porque este tubarão é utilizado para consumo humano e também como farinha de peixe. O seu fígado é processado como vitaminas e as barbatanas, quando secas, utilizadas para comércio.

Este animal faz parte de um programa europeu de reprodução de espécies entre aquários, o European Studbook. Neste programa, os aquários recolhem e partilham informação considerada importante para aumentar o conhecimento sobre a biologia destes animais.

Desde 1998, o Oceanário de Lisboa coordena e participa em programas de monitorização e reprodução de várias espécies, como a uge-redonda (Taeniura grabata) , uma espécie de raia que, em adulta, pode pesar 85 quilos. Em Julho do ano passado, a instituição anunciava a chegada de outra espécie de tubarão, o tubarão-de-pontas-negras-de-recife.

 

Agora é a sua vez.

Saiba quais as sete espécies que tem de conhecer no Oceanário de Lisboa.