Que espécie é esta: eruca-marítima

A leitora Maria Jorge Campos fotografou esta planta na praia de Santa Cruz a 30 de Agosto e pediu para saber a espécie. Carine Azevedo responde.

Trata-se de uma eruca-marítima (Cakile maritima).

Espécie identificada e texto por: Carine Azevedo, consultora na gestão de património vegetal ao nível da reabilitação, conservação e segurança de espécies vegetais e de avaliação fitossanitária e de risco. Dedica-se também à comunicação de ciência para partilhar os pormenores fantásticos da vida das plantas.

A planta fotografada é uma eruca-marítima (Cakile maritima), também vulgarmente conhecida como carqueja-mansa ou eruca-marinha. É uma espécie da família Brassicaceae, a que pertencem outras plantas bem conhecidas, como a couve, o nabo, o rabanete, entre outras.

É uma planta nativa da região Mediterrânica, Macaronésia e Europa. Em Portugal surge de forma espontânea ao longo de toda a costa, fundamentalmente em zonas arenosas, especialmente em dunas. É também uma espécie nativa no Arquipélago da Madeira.

Esta pequena planta carnuda não cresce além dos 60 cm de altura e ramifica desde a base, mantendo os seus ramos habitualmente prostrados, junto ao solo.

As folhas são pecioladas, carnudas, compostas por vários segmentos e a margem é ligeiramente ondulada a dentada.

O período de floração é longo, podendo estender-se de março a dezembro. As flores são brancas ou lilás e possuem corola crucífera, típica desta família de plantas. Ou seja, possui 4 pétalas livres, inteiras, dispostas em cruz e com unha. 


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.