Rola-brava. Foto: RSPB

Eles juntaram-se para dar uma “prenda de Natal” às rolas-bravas

Naturalistas

Dois casais ingleses decidiram comprar um terreno em Kent, Sul de Inglaterra, para evitar que as rolas-bravas (Streptopelia turtur), espécie ameaçada, ficassem sem casa para onde voltar na Primavera para se reproduzir.

 

David e Ann Tingey e David e Bridget Burridge juntaram-se para proteger um terreno privado e conservar as rolas-bravas que ali se reproduzem, revelou nesta semana a RSPB (Royal Society for the Protection of Birds). Esta é uma das espécies de aves mais ameaçadas do Reino Unido. Em Portugal, os conservacionistas alertam que “está a desaparecer a um ritmo galopante”. Nos últimos 20 anos, a população europeia diminuiu mais de 70%. A situação é tão grave que há um ano, as autoridades de conservação da natureza mundiais incluíram a rola-brava na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), com estatuto de Vulnerável.

Os Tingey e os Burridge compraram o terreno em Staple, Kent, com o seu próprio dinheiro e donativos de amigos.

 

David Burridge (à esquerda), estudando o local com dois peritos da RSPB. Foto: David Burridge

David Burridge (à esquerda), estudando o local com dois peritos da RSPB. Foto: David Burridge

 

O terreno é utilizado como casa de Verão para as rolas migradoras nos últimos sete anos. Mas o habitat estava em risco de ser vendido e destruído. Por isso, os dois casais, conservacionistas apaixonados, contactaram os proprietários e, com o apoio da RSPB, aceitaram comprar o terreno.

Quatro machos de rola-brava foram ouvidos a fazer o seu chamamento distintivo neste Verão naquele local.

A RSPB vai dar ajuda e aconselhamento na gestão do terreno para as aves, no âmbito da Operação Rola-Brava, um projecto lançado em 2012 que pretende travar e reverter o declínio destas aves.

“Estamos absolutamente entusiasmados com a generosidade e entusiasmo dos Burridges e dos Tingeys”, disse Tara Proud, gestora da operação, em comunicado. “A rola-brava precisa de toda a ajuda que possa arranjar e terrenos como este, geridos com estas aves em mente, têm um papel vital na sua conservação.”

A população desta espécie icónica sofreu um declínio de 93% no Reino Unido desde 1995. As razões são várias, desde a escassez do seu alimento preferido, sementes de flores silvestres, quando estão no Reino Unido, no Verão.

David Burridge pretende ajudar a aumentar o número de rolas-bravas naquele terreno nos próximos anos. A curto prazo, e antes que as aves cheguem com a próxima Primavera, contam ter um abrigo e um lago no terreno.

 

Abrigo junto a local com recente plantação de espécies de plantas silvestres. Foto: David Burridge

Abrigo junto a local com recente plantação de espécies de plantas silvestres. Foto: David Burridge

 

A RSPB já está a trabalhar com os novos proprietários, cortando vegetação e plantando misturas de plantas silvestres para garantir que as rolas-bravas tenham uma casa aonde regressar na Primavera.