Mais plátanos no Canal du Midi atacados por fungo fatal

18 de Agosto de 2015

Os plátanos que fazem sombra ao histórico Canal du Midi, um canal artificial com cerca de 360 quilómetros que se estende do Atlântico ao Mar Mediterrâneo, em território francês, continuam a ser mortalmente atacados pelo fungo Ceratocystis platani.

Um total de 2.200 plátanos infectados com o fungo, nas margens do canal, vão ser cortados e queimados pelas autoridades francesas, que desta forma tentam conter o avanço da doença, noticia o The Guardian.

O fungo foi descoberto em 2006 e os especialistas pensam que terá chegado a França transportado nas caixas de munições dos soldados americanos, durante a II Guerra Mundial.

Nos últimos nove anos, mais de 15.000 plátanos tiveram de ser removidos das margens do Canal du Midi, que foi mandado construir pelo rei francês Luís XIV, no século XVII. Os plátanos foram plantados na década de 1830, para reforçar as margens do canal e oferecer sombras ao longo do percurso.

A Voies Navigables de France, entidade responsável pelo Canal du Midi, receia que se torne necessário remover as cerca de 42.000 árvores plantadas nas margens do percurso, devido aos ataques do fungo, mas garante que se vão continuar a fazer replantações.

O canal francês faz parte do Património Mundial da Unesco.