Artigos deInês Sequeira

“Estamos muito longe de conhecer a fauna de insectos em Portugal Continental”

Entrevista a Patrícia Garcia Pereira

Patrícia Garcia Pereira é investigadora do CE3C-Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Em entrevista à Wilder, diz que “os entomólogos portugueses contam-se pelos dedos” e alerta para a necessidade urgente de aumentar o conhecimento sobre os insectos em Portugal.

Há 40 anos que se anilham aves na Lagoa de Santo André

Conservação

É na Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha que funciona a estação de anilhagem mais antiga de Portugal, onde se anilham aves selvagens nas migrações de Outono desde há 40 anos. A Wilder falou com Vítor Encarnação, coordenador do CEMPA (Centro de Estudos de Migrações e Protecção de Aves), do ICNF

Nove espécies de animais para procurar neste Outono

Para fazer

As temperaturas de Outono parecem ter finalmente chegado, num convite a passeios pelo campo, ou mesmo nos parques verdes das cidades. Curioso sobre o que vai encontrar? A Wilder indica-lhe algumas espécies de animais típicos desta estação, com a ajuda de Inês Teixeira do Rosário, bióloga e uma das autoras do livro Lá Fora.

No Algarve, já foram devolvidos à natureza mais de 200 animais em dois meses

Naturalistas

Em Junho e Julho regressaram à natureza 202 animais selvagens tratados no Rias (Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens), em Olhão. Desde Janeiro, já ali tinham dado entrada 1.110 animais, um número recorde que inclui águias, corujas, ouriços-cacheiros e mesmo uma lontra, e que até pode ser um bom sinal, como explicou à Wilder Sofia Costa, colaboradora deste centro.

CERVAS vai libertar mais de 50 aves selvagens no mês de Julho

Conservação

O CERVAS (Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens), em Gouveia, prepara-se para devolver à natureza 55 aves selvagens que ali entraram com vários problemas. Corujas-das-torres, águias-d’asa-redonda e piscos-de-peito-ruivo são algumas das espécies que vão ser libertadas, ao longo das próximas semanas.

Colónia de abelharucos paralisa obra em Sevilha

Os trabalhos para a descontaminação e limpeza de um terreno em Sevilha, Espanha, foram suspensos devido à presença de uma colónia de abelharucos (Merops apiaster) na zona, que nesta altura estão a criar as aves nascidas este ano.   Um habitante próximo do local das obras, na área sul de Sevilha, telefonou para o número