Foto: Per Alstrom

Nova espécie de ave descoberta na China e Índia

Ciência

Uma equipa de investigadores da Suécia, China, Estados Unidos, Índia e Rússia descobriu uma nova espécie de ave no Nordeste da Índia e regiões adjacentes da China. A ave, Zoothera salimalii, foi agora descrita num artigo da revista científica Avian Research.

 

A ave é um tordo das florestas dos Himalaias e recebeu o seu nome científico em homenagem ao ornitólogo indiano Sálim Ali (1896-1987).

A história desta descoberta, liderada por Per Alström da Universidade de Uppsala (Suécia), começou em 2009, quando os investigadores se aperceberam de que aquilo que consideravam ser uma única espécie – o tordo Zoothera mollissima – era, na verdade, duas espécies diferentes, explicou Pamela Rasmussen, investigadora da Universidade Estatal do Michigan e coordenadora do site AVoCet sobre sons de aves do mundo, um projecto daquela universidade.

O que chamou a atenção dos cientistas foram os sons que as aves faziam e que eram distintos, consoante as aves que encontravam na floresta ou nas regiões montanhosas a maior altitude.

 

Zoothera salimalii, China, Junho de 2014. Foto: Craig Brelsford

Zoothera salimalii, China, Junho de 2014. Foto: Craig Brelsford

 

“Foi um momento emocionante quando nos apercebemos que os dois tipos de sons diferentes daqueles tordos, que ouvimos no Nordeste da Índia em 2009, e que estavam associados a habitats diferentes a elevações diferentes, eram, na verdade, de duas espécies distintas”, disse Alström, em comunicado.

Para confirmar as suas suspeitas, os investigadores fizeram trabalho de campo e analisaram espécimes guardados nas colecções dos museus em vários países. Estes estudos mostraram diferenças consistentes ao nível da plumagem e da estrutura das aves. Acabou por ser confirmado que a espécie das florestas dos Himalaias não tinha nome.

“De início não tínhamos ideia nenhuma até que ponto seriam diferentes morfologicamente. Ficámos estarrecidos por descobrir que os espécimes nos museus, com mais de 150 anos, podiam ser divididos rapidamente em dois grupos, baseados nas medições e na plumagem”, contou Palmela Rasmussen.

Análises à plumagem, estrutura das aves, sons, ADN e ecologia revelou que existia uma terceira espécie no Centro da China. Até agora pensava-se que seria apenas uma sub-espécie.

Análises ao ADN sugerem que estas três espécies estejam geneticamente separadas há vários milhões de anos.

A descoberta de novas espécies de aves hoje em dia é algo raro. O tordo das florestas dos Himalaias é apenas a quarta nova espécie de ave a ser descrita para a Índia desde 1949.